quinta-feira, 13 de dezembro de 2018
Colunistas / Esportes
Zé de Jesus Barrêto

BAIANÃO roda, roda, roda e dá BAVI nas cabeças

As dúvidas de Neymar Jr nos jogos da Copa da Rússia atormentam a seleção de Tite
04/03/2018 às 20:31
O Bahia, sem jogar bem, ganhou de virada do Juazeirense (2 x 1), no norte do estado, com o gol decisivo já nos 45 minutos da segunda etapa, numa cabeçada do garoto Brumado. Foi um jogo feio, de chutões, bolas altas, até em função do gramado ruim.  Valeu pelos três pontos que praticamente classificam o time para a fase seguinte da competição. O  Juá perdeu a invencibilidade em casa.

  O Vitória classificou-se, matematicamente, ao vencer com certa dificuldade o Jacobina, no Barradão ( 2 x 1 ), com um gol de cabeça salvador de André Lima, já aos 49 minutos, nos acréscimos da arbitragem. O rubro-negro atuou com um time misto, muita gente nova em campo, teve o domínio do jogo mas o Jacobina deu trabalho, defendeu-se bem.

*       

Com os resultados da rodada, assim ficou a classificação:  Vitória lidera com 19 pontos ganhos; o Bahia chegou a 17; Fluminense e Juazeirense têm 16 e o Bahia de Feira, ainda com alguma chance, tem 14.

*

  Deu Tricolor de virada

  Juazeirense, o  Juá, o ‘cancão de fogo’, vice-lider do campeonato, invicto em casa 1 X 2 Bahia.

  Sob um calor de 33 graus, mesmo no fim da tarde, em Juazeiro, no norte do Estado, beira do Rio São Francisco, o Estádio Adauto Moraes em festa, cheio, cinco mil pessoas nas tímidas arquibancadas; a arbitragem de Marielson Alves da Silva.

*

  Com a bola rolando, equilíbrio. Aos 6’, a primeira chance da equipe da capital, com Kayke batendo forte e para fora, perto da quina da pequena área. Jogo corrido, apesar do calor. Um Bahia mais ofensivo e mais tempo com a bola no pé, impondo seu ritmo.  Mas...

 Gol ! 1 x 0, Juazeirense, Bruno, aos 26 minutos. Depois de uma bola boba perdida por Kayke, na frente, o Juá armou o contragolpe com Raylan, que desbravou e achou Bruno livre, de cara, nas costas de Nino, a defesa desarrumada.

 O ‘Cancão de Fogo’ cresceu com o gol, tramando bons contragolpes em velocidade, mais  objetivo, mais à vontade com a temperatura e o gramado desnivelado de sempre, grama muito alta. Algumas jogadas duras, reclamações e o final da primeira etapa.

*

  Guto Ferreira mandou a equipe a campo, de volta da merenda, com duas modificações: a entrada de Brumado e Elton no lugar de  Kayke e João Pedro.  Até os 13 minutos não teve jogo, só cai-cai, catimba, bola parada, cera, arbitragem pusilânime...  O Bahia foi pra cima, buscando o empate e o Juá apostou no contragolpe, no erro adversário, gastando tempo. Aos 24’, Régis em campo  no lugar de Allione. No Juá, saiu o artilheiro Salatiel e entrou Galego.  

  Joguinho truncado, feio, ruim de ver.

 - Gol ! 1 x 1, Grolli, disputando com o zagueiro e o goleiro Tigre uma bola alçada por Leo, em cobrança de lateral. Aos 38 minutos.

 - Gol ! 2 x 1, Brumado, de cabeça, aos 45 minutos. Régis alçou uma bola em cobrança de falta da direita, Brumado disputou no alto e testou firme.

   Um  castigo para o ‘Cancão de Fogo’, que fazia cera e não queria jogo. Para o Tricolor, o resultado caiu do céu.

*

  Destaques: Um Bahia sem qualquer inspiração, sem forças. Opaco. Leo e Gregore correram muito; Régis melhor que Allione e Brumado decidiu.  

                        No Juazeirense, Bruno, Jussimar e Raylan foram os melhores.
    
*

Ficha técnica:  Juazeirense – Tigre, Capone, Emílio, Eron e Deca; Vaguinho, Gaúcho, Jussimar e Bruno; Salatiel e Raylan.  Técnico: Antonio  Zaluar.

                           Bahia – Douglas, Nino, Grolli, Lucas Fonseca e Leo; Gregore, JoãoPedro, Allione e Elber; Edigar Junio e Kayke.  Técnico: Guto ‘Gordiola’ Ferreira.


- No meio da semana, rodada final, o Tricolor recebe o Jequié, na Fonte Nova.

   *

   Leão vence com

   Gol no finalzinho

  Vitória 2 x 1 Jacobina. O jogo foi no Barradão, tarde de um domingo de sol, calorão de fim de verão, um público em torno de oito mil pessoas, com a promoção de ingressos mais baratos.

*

   Mesmo com uma equipe alternativa em campo - Fernando Miguel, Lucas, Wálisson, Bruno Bispo e Ryan; Zé Wélisson, Lucas Marques, Nyckson e Jhemerson; Neilton e André Lima -, logo que a bola rolou o Leão, na sua Toca, foi para cima, com Nyckson, Lucas Marques e Neilton puxando as melhores tramas rubro-negras. Domínio absoluto em campo, mas, por volta dos 10 minutos, quase o Jacobina marcou, com Cassin testando livre a bola alçada na cobrança de um escanteio; a pelota raspou o poste de F Miguel, batido. Lance isolado. Daí...

 - Gol !1 x 0 Vitória, André Lima, batendo forte, de frente, após receber bom passe, na área, de Jhemerson. Aos 20 minutos.

  Muito mais volume de jogo do rubro-negro, criando e perdendo chances de gol na sequência. O Jacobina marcando duro, matando as jogadas com faltas e atacando pouco. Diz o jargão da bola: ‘quem não faz, toma’. Pois...

 - Gol ! 1 x 1 Jacobina. E não é que o Jacobina empatou, aos 42 minutos?  Vitinho, pegando bem um cruzamento que a zaga rubro-negra, autoconfiante, ficou espiando, de bobeira. Vitinho esperto, acompanhou o lance e definiu, de cuca. Empate no final da primeira etapa.

*

  Na volta dos vestiários, Mancini pôs o garoto Luan, estreando como profissional, no lugar de Jhemerson.  O Leão em cima, dominando, pressionando, a desperdiçar oportunidades de gol com André Lima, Neilton, Luan ... O time do interior se defendia com bravura.  Mancini colocou mais um avante, Beluso, no lugar do meia Lucas Marques. Em busca do resultado. Depois, substituiu Nickson pelo alemão Alex, estreante. E o tempo passando, o torcedor inquieto, querendo mais.  

  O gol de desempate só foi sair nos acréscimos (cinco minutos dados pela arbitragem), na manjada bola cruzada, alçada de escanteio:

 - Gol ! 2x 1 André Lima, mergulhando de cabeça, aos 49 minutos.

 O banco rubro-negro comemorou como se fosse o título. Afinal, valia a liderança.

*

  Destaques:  André Lima, pelos dois gols; Nickson, Lucas Marques  ...   Pelo Jacobina, o goleiro Lupita trabalhou muito   e o meia Vitinho mostrou qualidades.  

  Na rodada final, meio da semana, o Vitória enfrenta o Fluminense, em Feira.

*

Outros resultados da rodada:

Vitória da Conquista 1 x 2 Fluminense de Feira

Bahia de Feira 2 x 2 Atlântico

Jequié 0 x 1 Jacuipense

 

*

  O astro e a Copa

 - Neymar fez a badalada cirurgia no  pé direito, sábado, e está no Rio de Janeiro, já sob cuidados dos fisioterapeutas da CBF. Uns 60 dias de molho, sem tocar em bola. A ideia é que esteja inteiro e descansado para a Copa do Mundo/Rússia, que começa nos meados de junho.