segunda-feira, 24 de setembro de 2018
Turismo

NETO anuncia atrações réveillon e critica dois centros de convenções

Vamos investir mais de R$ 200 milhões no Centro Histórico e construir dois museus (da Cidade e da Música Brasileira) que vão atrair ainda mais turistas à cidade, diz ACM Neto
Da Redação ,  Salvador | 10/09/2018 às 12:54
Fábio Jr no réveillon
Foto:

 
O Festival Virada Salvador 2019 terá duas atrações de peso no dia 31: o cantor Fábio Jr. e a cantora Ivete Sangalo, que fará novamente a contagem regressiva junto com o público. A informação foi adiantada pelo prefeito ACM Neto na manhã desta segunda-feira (10). Na entrevista a uma emissora de rádio, o prefeito ressaltou a importância do novo Centro de Convenções para aquecer o turismo de negócios e eventos na cidade.

ACM Neto afirmou que a grade do Réveillon na capital baiana já está fechada e que será, mais uma vez, um grande evento para soteropolitanos e turistas. “Nos últimos anos, conseguimos 100% de ocupação na hotelaria, além da geração de emprego e renda com o evento. Serão cinco dias de festa na Arena Daniela Mercury, na Boca do Rio”, ressaltou o prefeito. A grade completa ainda será anunciada à imprensa, inclusive fora da Bahia.

Centro de Convenções - O prefeito também lembrou que o início das obras do novo Centro de Convenções de Salvador, na área vizinha ao espaço do Réveillon, vai movimentar e aquecer toda a cadeia das duas principais atividades econômicas da cidade: o turismo de eventos e o setor de negócios. “No ano que vem, quando o equipamento começar a funcionar, os taxistas, garçons, empresários e comerciantes serão beneficiados”, afirmou.

ACM Neto disse ainda que não há a necessidade da construção de um outro Centro de Convenções na cidade. “Não precisamos de 2 centros de convenções. O que estamos fazendo é multiuso e tem capacidade para grandes eventos”. Ele salientou que a decisão de construir o equipamento na Boca do Rio, na área do antigo Aeroclube, foi tomada porque o governo estadual abandonou o empreendimento que funcionava no bairro de Armação. 

“Alertamos para a situação precária do antigo Centro de Convenções bem antes do desabamento, mas o governo não tomou nenhuma iniciativa e não quis fazer nada. Sinceramente, acho que o diálogo com o governo deveria ser mais construtivo, o que resultaria em avanços para a cidade”, declarou o prefeito, aconselhando o estado a aplicar os recursos previstos para um segundo equipamento na área da segurança pública. 

Aos apresentadores Silvana Oliveira e Jorge Araújo, o prefeito falou ainda sobre outras grandes obras que serão realizadas em Salvador. “Vamos investir mais de R$ 200 milhões no Centro Histórico e construir dois importantes museus (da Cidade e da Música Brasileira) que vão atrair ainda mais turistas à cidade, além de oferecer novas opções de lazer e entretenimento para os baianos”.