quinta-feira, 18 de outubro de 2018
Turismo

Jornalistas dos EUA visitam Salvador para divulgar atrativos turístico

Com informações da Setur
EB ,  Salvador | 09/05/2018 às 09:31
Boca livre na Setur
Foto:
Os atrativos turísticos da Bahia e a infraestrutura existente no Estado para receber os visitantes foram alguns dos assuntos tratados pelo secretário estadual do Turismo, José Alves, em encontro com jornalistas dos Estados Unidos, nesta terça-feira (8), no restaurante Senac, no Pelourinho. Convidados pela Latam Airlines para fazer o novo voo  que liga Miami (EUA) a Salvador, eles  vieram  conhecer e divulgar os principais pontos turísticos e a cultura da capital baiana.

“Estamos investindo em duas frentes principais para atrair turistas à Bahia: a prospecção de voos e a divulgação dos destinos”, disse o secretário José Alves aos jornalistas.  “O Estado possui 13 zonas turísticas e vários segmentos a serem explorados, como o turismo de aventura, de sol e praia, religioso, de família e o turismo esportivo, com a realização de eventos como a Regata Jacques Vabre”, acrescentou.

Na capital baiana, os profissionais de imprensa cumprem uma programação intensa até segunda-feira (14), visitando o Pelourinho, Monte Serrat, Igreja do Bonfim, Mercado Modelo, Elevador Lacerda, Parque de Pituaçu, Lagoa do Abaeté, Praia do Forte, Costa do Sauipe e Museu Casa de Jorge Amado, no Rio Vermelho. O roteiro inclui também passeio de barco pelas ilhas da Baía de Todos-os-Santos e degustação de comidas típicas.

“Quero regressar aqui, a comida é muito rica e saborosa”, disse a jornalista da área gastronômica Babbie De Derian, dos veículos Splash Magazine, LA Splash Magazine  e Luxury Web Magazine. Representante também do museu gastronômico Food & Beverage, em Nova Orleans e Los Angeles, ela manifestou o desejo de fazer uma fusão entre as culinárias da Bahia, do Brasil e da África.

Já Natasha  Nyanin, do Man Repeller,que nasceu em Londres, foi criada em Gana e mora nos Estados Unidos, percebeu com curiosidade as afinidades culturais entre a África e a Bahia. “Aqui me lembro muito de Gana e da Guiné Equatorial, em aspectos como a vegetação, e a comida é muito parecida com a que comemos em Gana”, disse. “O povo é superamigável, é interessante ver como as pessoas se misturam sem muito atrito, a cidade tem muita alma”, acrescentou.

Especializado em jornalismo de negócios, Ralf Waters, do Business Traveler & Business Travel Executive, observa o potencial que Salvador tem para sediar eventos e diz que restaurantes como o Senac, que promovem  a culinária local, são um aspecto positivo para o turismo na Bahia. “É uma forma prática para as pessoas conhecerem toda a variedade da comida típica em um só local, o restaurante poderia ser utilizado para um congresso”, afirmou.

Para David Ressel, do The Daily Meal, o que chamou mais a atenção foram os aspectos culturais e o estilo português nas construções. Em especial, ele apreciou muito a cachaça.

O encontro no restaurante Senac contou também com a presença da secretária da Cultura do Estado, Arany Santana,  da subsecretária da Cultura,Cristiane Taquari, e do superintendente da Secretaria do Turismo do Estado, Jorge Ávila.

Novo voo - O voo direto Miami-Salvador entrou  em operação no dia 29 de abril. A nova frequência semanal da Latam Airlines tem saída dos Estados  Unidos aos domingos e desembarque na capital baiana  na madrugada de segunda-feira (1h55). A rota Salvador-Miami é feita na madrugada das segundas-feiras, com decolagem às 3h25. A aeronave é do modelo Boeing 767, com capacidade para 238 passageiros, sendo 220 em classe econômica.

“A Latam tem  muito orgulho  porque acreditamos que é vital este voo dos Estados Unidos para a América do Sul, conectando duas cidades como Miami e Salvador”, disse o relações públicas da companhia aérea nos Estados Unidos, Martin Diaz, também presente ao almoço.