terça-feira, 17 de outubro de 2017
Turismo

AVENTURA: Caçador é devorado por dois crocodilos no Zimbábue

Turismo de aventura
Da Redação , Salvador | 20/04/2017 às 11:53
Scott van Zyl foi devorado por 2 crocodilos
Foto:
Um exame de DNA confirmou que os restos humanos encontrados dentro de dois crocodilos no Zimbábue pertencem ao caçador sul-africano Scott van Zyl, que estava desaparecido desde 7 de abril enquanto participava de uma caçada nas imediações do rio Limpopo.

"A direção do Heritage Protection Group confirma com permissão da senhora Van Zyl que o DNA encontrado coincide com o do senhor Scott van Zyl", anunciou nesta quinta-feira o grupo conservacionista, que participou dos trabalhos de investigação, em sua página no Facebook.


Van Zyl, de 44 anos e natural da província de Limpopo, no norte de África do Sul e perto da fronteira com o Zimbábue, era proprietário da empresa de caça esportiva SS Pro Safaris, e no dia de seu desaparecimento tinha saído para uma caçada acompanhado de um guia e dois cães.

O guia informou o desaparecimento de Van Zyl ao retornar ao local em que estavam alojados. Os dois homens tinham partido em direções distintas quando saíram de seu veículo durante a caçada, mas apenas o guia retornou à base de operações.

Associações de caçadores, serviços de emergências e coletivos conservacionistas buscaram durante duas semanas o caçador sul-africano com helicópteros e equipes terrestres de resgate.

As tropas das forças armadas sul-africanas posicionadas na fronteira com o Zimbábue e a polícia zimbabuana também contribuíram nos trabalhos de busca e investigação, informaram meios de comunicação sul-africanos.