quinta-feira, 30 de março de 2017
Turismo

FEIRA DO CHOCOLATE DE PORTUGAL: Bahia tenta acordos bilaterais

Com informações da Setur
Da Redação , Salvador | 20/03/2017 às 19:41
Feria de Chocolate em Portugal
Foto:
Bahia e Portugal revelam capacidade de reagir rápido a estímulos e desafios nos setores do Turismo, Agronegócio e da Ciência e Tecnologia, afirmou o empresário Marco Lessa – liderança do agronegócio -, nesta segunda-feira (20), ao avaliar os resultados da missão internacional realizada entre os dias 15 e 18 de março. Os trabalhos incluíram a participação da Secretaria do Turismo da Bahia/Bahiatursa na Feira Internacional de Turismo de Lisboa (BTL).

Os integrantes da comitiva baiana retornaram de Portugal, no final de semana, trazendo a perspectiva de efetivar acordos bilaterais, como a inserção do cacau no mercado português. Para tanto, equipes técnicas discutiram a possibilidade de criar a Casa do Cacau, na vila portuguesa de Óbidos, onde seria possível aproveitar a visibilidade de um dos festivais mais badalados do mundo para organizar exposição fotográfica e exibir filmes sobre a produção baiana do fruto, dentre outras ações.

“Estão alinhados os canais institucionais para o encaminhamento dos mais variados temas da parceria estratégica Bahia-Óbidos”, resumiu o secretário do Turismo da Bahia, José Alves. “Do diálogo administrativo a temas de comércio e investimentos; da cooperação no turismo e na área da ciência e tecnologia a comitiva atuou na representação do empresariado e de instituições acadêmicas”.

 "Os promotores do festival demonstram como é possível aliar a utilização de um castelo à criatividade e inovação.  Uma experiência que estimula a busca de mecanismos para fortalecer a Rota do Cacau, na região de Ilhéus. A Bahia tem tudo para incrementar a Rota do Cacau, fortalecendo a cadeia do turismo no Sul da Bahia", finalizou José Alves. 

Lisboa - A diversidade turística da Bahia ganhou ampla visibilidade na Feira Internacional de Turismo de Lisboa (BTL), entre os dias 15 e 19 de março, na capital portuguesa. O patrimônio cultural baiano, as belezas naturais, a gastronomia e as festas populares, como o Carnaval e o São João, foram alguns dos atrativos que a Secretaria do Turismo da Bahia/Bahiatursa apresentou aos europeus.