segunda-feira, 27 de maio de 2019
Colunistas / Miudinhas
Tasso Franco

ISTO É REVELA SUPREMO BANQUETE DO STF e a Corte se posiciona

Mais uma modificação no trânsito entre a Barra e o Rio Vermelho a partir de segunda feira, 29
26/04/2019 às 14:12
MIUDINHAS GLOBAIS:
1. Reportagem da Isto é, revela com o titulo Supremo banquete que em tempos de ajuste fiscal, quando se cobram sacrifícios de toda a sociedade para a redução de gastos públicos, o Supremo Tribunal Federal (STF) não tem sido um dos melhores exemplos de austeridade. Em meio à crise que levou-o a impor censura à imprensa, o tribunal presidido pelo ministro Dias Toffoli decidiu abrir nesta sexta-feira 26 uma licitação que agrava ainda mais sua combalida imagem: vai contratar uma empresa que sirva banquetes aos ilustres ministros togados e seus comensais. 

2. Na farra gastronômica serão gastos R$ 1,1 milhão, dinheiro que será bancado pelo cidadão comum que paga exorbitantes impostos. Os banquetes serão realizados nos amplos e luxuosos salões do próprio STF.

3. O processo de contratação do buffet prevê o fornecimento de pelo menos 2,8 mil refeições (almoços ou jantares), 180 cafés da manhã, outros 180 brunchs (cafés mais reforçados) e três tipos de coqueteis para 1.600 pessoas. Na lista de exigências do contrato, previsto para durar 12 meses, prorrogáveis por mais 60 meses, estão pratos dignos dos melhores restaurantes do mundo, comparados aos badalados cinco estrelas do guia Michelin. 

4. No menu do Supremo, a empresa está obrigada a disponibilizar pratos com medalhões de lagosta com molho de manteiga queimada, bobó de camarão, camarão à baiana, bacalhau à Gomes de Sá, arroz de pato, pato assado com molho de laranja, galinha d’Angola assada, vitela assada, codornas, carré de cordeiro, medalhões de filé, tournedos de filé com molho de mostarda, pimenta, castanha de caju com gengibre, entre outros.

5. Ainda segundo a Isto é, obviamente que para um menu desse nível seriam necessárias bebidas perfeitas para harmonizar degustações com tanto glamour. Afinal de contas, um medalhão de lagosta não pode ser servido com um vinho qualquer. E qual foi a solução adotada pelo Supremo para resolver essa delicada questão culinária? Simples. 

6. A licitação prevê que as “bebidas deverão ser perfeitamente harmonizadas com os alimentos” servidos. Justamente por isso, na lista de bebidas exigidas estão dois tipos de espumantes (brut e extra brut), que precisam ser produzidos pelo método champenoise e “que tenham ganhado ao menos quatro premiações internacionais”. 

7. Para quem não sabe, o método champenoise é o chamado “método tradicional”, cuja produção do espumante é quase artesanal e de qualidade superior ao método Charmat, mais simples e barato. Ainda sobre os espumantes, na lista do Supremo o champagne precisa ter pelo menos 12 meses de maturação. O extra brut deve ter no mínimo 30 meses.

8. Além dessa sofisticação etílica, o STF exige que em seus banquetes a empresa vencedora da licitação disponibilize vinhos de seis uvas de variedades diferentes: Tannat, Assemblage, Cabernet Sauvignon, Merlot, Chardonnay e Sauvignon Blanc. Nos casos dos Tannat, Assemblage e Cabernet Sauvignon, o vinho precisa ser obrigatoriamente de safra igual ou posterior a 2010. 

9. A deputada federal Bia Kicis (PSL-DF), que constantemente tem criticado o Supremo por suas atitudes pouco transparentes, condenou a lista de compras do STF. “O presidente Bolsonaro exonerou uma diretora de um hospital que iria dar um jantar de R$ 280 mil. Isso deveria servir de exemplo para todos nesta nação”, declarou a parlamentar. “A licitação é uma vergonha e mais um abuso diante da crise que estamos vivendo. 

10. O Congresso tentando aprovar a reforma da Previdência para reduzir gastos, enquanto o Supremo investe em mordomias”, complementou o senador Alessandro Vieira (Cidadania-ES), autor dos dois requerimentos de investigação no Senado sobre as ações do Poder Judiciário, a chamada CPI da Lava Toga. De fato, o STF mostra que está totalmente divorciado da realidade brasileira.

Posicionamento STF

11. O edital da licitação do serviço de refeições institucionais em elaboração pelo STF reproduz as especificações e características de contrato semelhante firmado pelo Ministério das Relações Exteriores (que faz o cerimonial da Presidência da República) já analisado e validado pelo Tribunal de Contas da União, mas com redução de escopo: dos 21 itens contratados pelo ministério, 15 são objeto da licitação do STF.

12. Cabe destacar que o valor de R$ 1,1 milhão é uma referência, que será submetida à disputa de preços entre as participantes do pregão. Além disso, o contrato prevê que o STF pagará apenas pelo que for efetivamente demandado e consumido, tendo o valor global do contrato como um teto.
                                                         *****
13. A Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2019 estreia no dia 7 de junho e a jornalista Glenda Kozlowski, que já vivenciou uma história de cinema, quebrará a hegemonia de uma cobertura apenas com mulher na TV Globo. Durante sua participação no estande sobre feminismo do Rio2C, o maior festival sobre o mercado audiovisual brasileiro, ela contou que ficou traumatizada com sua participação na narração das Olimpíadas de 2016. 

 14. Ela foi a primeira mulher narradora da emissora, mas ainda assim não recebeu apoio do público. Acostumados com vozes masculinas, eles odiaram a narração da repórter e criticaram-a duramente nas redes sociais. Ela lembrou que pensou em desistir da carreira.

15. A iniciativa empreendedora do Sebrae, selecionou Ilhéus para participar do Cidade Empreendedora, programa de transformação econômica de municípios voltado para a gestão pública e lideranças locais (prefeitos). 

16. A notícia chegou até o prefeito Mário Alexandre, através de representantes da entidade, no final da manhã desta sexta-feira (26), em seu gabinete. O início do curso está previsto para o dia 16 de maio. O encontro foi acompanhado pelos secretários municipais, Paulo Sérgio (Indústria e Comércio) e Hélio Ricardo (Comunicação).

17. A proposta tem como foco melhorar o ambiente de negócios através da implantação de políticas públicas e ações de desenvolvimento para os pequenos negócios. “Saímos daqui com uma relação ainda mais estreita. O intuito é proporcionar um ambiente mais favorável para os pequenos negócios, onde o poder público, Sebrae e a iniciativa privada se unem para criar uma pujança de desenvolvimento que a gente tanto espera para a região”, destaca a coordenadora Regional Sebrae, Claudiana Figueiredo.   

18. Eleito e empossado, nesta sexta-feira (dia 26), vice-presidente do PSDB na Bahia, a ser presidido pelo deputado federal Adolfo Viana, no lugar do ex-deputado federal João Gualberto, o deputado estadual Dr. David Rios apontou aquela que, na opinião dele, será a tarefa mais imediata dos tucanos baianos. 

19. “Temos que preparar o PSDB para as eleições municipais de 2020, de modo a oferecer candidaturas próprias e, onde não for possível apresentar candidatos do nosso partido, fazer alianças com os partidos com quais temos afinidades programáticas e identificação ideológica”, sinalizou o parlamentar.

20. Dr. David disse se sentir honrado com a vice-presidência do PSDB baiano e que chega “com entusiasmo e a determinação de auxiliar, no que for preciso, para ajudar o partido a se fortalecer em todo o interior da Bahia e, também em Salvador, a fim de retomar o protagonismo que sempre marcou a história da legenda na política baiana”. Irmão do deputado, o vereador de Salvador, Daniel Rios, prestigiou a convenção estadual tucana, no auditório do Edifício Salvador Shopping Business, em Salvador.

21. Uma sessão solene marcará a passagem de um ano da morte de Maria Lúcia Santos Pereira da Silva, líder do Movimento Nacional da População de Rua (MNPR). Dirigida pelo vereador Marcos Mendes (PSOL), a homenagem acontecerá no Plenário Cosme de Farias, da Câmara de Salvador, nesta sexta-feira (26), às 18h.

22. O vereador justificou a importância da realização do evento ao citar a “luta incansável de Maria Lúcia em defesa dos direitos das pessoas em situação de rua”. A homenageada, segundo ele, “sempre acreditou na capacidade de essas pessoas poderem alcançar seus sonhos”. E complementou: “Essa mulher batalhou para dar mais dignidade à vida dessas pessoas”.

23. No evento, Marcos Mendes, militantes e referências da luta em prol das pessoas em situação de rua falarão sobre a trajetória do movimento e a luta de Maria Lúcia para ajudar às pessoas. O vereador também convidou familiares de Maria Lúcia para a homenagem.

24. A partir da próxima segunda-feira (29), o tráfego de veículos na região da Avenida Oceânica, entre os bairros de Ondina e Rio Vermelho, passará por alterações. As mudanças são devido ao início da segunda etapa das obras de requalificação da Orla, que tem previsão para durar cerca de até 90 dias.

25. Os veículos que seguem no sentido Barra – Rio Vermelho terão acesso local somente até o restaurante Sukyiaki. A partir daí, no trecho entre o restaurante e a praia da Paciência, o tráfego estará interditado. Já no sentido oposto, entre a Praia da Paciência e a Av. Adhemar de Barros, não haverá alteração e os veículos poderão transitar normalmente.

26. Agentes da Transalvador estarão no local nos primeiros dias de mudança a fim de orientar os condutores sobre as alterações no tráfego.