quinta-feira, 25 de abril de 2019
Colunistas / Miudinhas
Tasso Franco

BATE-BOCA ENTRE PRESIDENTE DA CÂMARA E PRESIDENTE SEGUE FIRME

Enquanto o presidente da República briga com o presidente da Câmara a Reforma da Previdência vai para o espaço e o dólar já chegou a R$3,93
27/03/2019 às 10:16
  MIUDINHAS GLOBAIS:

   1. O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quarta-feira ao jornalista Luis Datena, programa Brasil Urgente, da TV Band, que da parte dele não existe briga com ninguém, defendeu a aprovação da reforma da Previdência e cobrou responsabilidade do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

   2. "Da minha parte, a minha mão está sempre estendida para ele (Maia), e ele tem responsabilidade assim como eu, assim como até o Supremo Tribunal também tem, o Dias Toffoli, todo mundo tem responsabilidade", disse Bolsonaro voltando a afirmar que se a reforma da Previdência não for aprovada, o Brasil vai quebrar.

   3. Bolsonaro e Maia seguem trocando farpas publicamente nos últimos dias, com o deputado cobrando que o presidente assumisse sua responsabilidade para organizar a base do governo no Congresso.

   4. Na entrevista, Bolsonaro disse que Maia, um dos principais defensores da reforma da Previdência, está "abalado por questões pessoais", em uma possível referência a Moreira Franco, padrasto da mulher do presidente da Câmara, e que foi preso na semana passada no Rio de Janeiro e posteriormente solto.

   5. "Não quero entrar em detalhes, coisas pessoais, que logicamente isso passa por esse estado emocional dele no momento", disse.
                                      
    6. Entre outros assuntos, o presidente voltou a dizer que não houve ditadura no Brasil depois de 1964. “Temos de conhecer a verdade. Regime nenhum é uma maravilha. E onde você viu uma ditadura entregar o governo de forma pacífica? Então não houve ditadura.”

    7. Bolsonaro afirmou ainda que o governo militar “teve alguns probleminhas”, mas serviu como obstáculo para que o Brasil não seguisse para o socialismo.

    8. Em outro trecho, o presidente afirmou que o povo quer que o pacote anticrime de Sergio Moro seja votado logo no Congresso.

   9. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), já respondeu a provocação do presidente e afirmou que Jair Bolsonaro está "brincando de presidir" o país. Maia deu a declaração após ser questionado sobre uma entrevista de Bolsonaro à TV Band na qual o presidente disse que o deputado está "abalado" por questões pessoais.

   10. Na entrevista, Bolsonaro afirmou não ter problema com o presidente da Câmara, mas acrescentou que questões pessoais têm "abalado" Rodrigo Maia. Ele não especificou quais são essas questões, mas disse que alguns problemas passam "pelo lado emocional" do deputado.

   11. Após a entrevista ser veiculada, Rodrigo Maia foi questionado sobre um trecho em que Bolsonaro também disse que não irá procurá-lo para conversar neste momento porque o deputado está "abalado".

  12. "Abalados estão os brasileiros, que estão esperando desde 1º de janeiro que o governo comece a funcionar. São 12 milhões de desempregados, 15 milhões de brasileiros vivendo abaixo da linha de pobreza, capacidade de investimento do Estado brasileiro diminuindo, 60 mil homicídios e o presidente brincando de presidir o Brasil", disse Rodrigo Maia.
                                                                       ******
   13. O plenário do Senado aprovou, nesta terça-feira (26), o Projeto de Lei 131/2015, da Câmara Federal, que prevê a facilitação do cancelamento de linhas telefônicas e pacotes de TV por assinatura. 

    14. A matéria contou com o apoio da então senadora e hoje deputada federal Lídice da Mata (PSB-BA), que foi sua relatora na Comissão do Meio Ambiente, Defesa do Consumidor, Fiscalização e Controle. 

   15. Na ocasião, Lídice destacou uma resolução da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) que já assegurava ao consumidor o direito de cancelar a assinatura de pacote de TV utilizando a internet, no site da operadora, ou por meio de chamada telefônica à empresa. No entanto, ela considera importante que o direito seja também assegurado em lei. “Ninguém suporta passar até uma hora numa ligação para cancelar um serviço. Sem contar as vezes em que o telefonema é interrompido”, disse.

   16. Sobre a matéria divulgada na imprensa, referente à desaprovação de contas do PRB/BA no ano de 2016, o atual presidente estadual, deputado federal Márcio Marinho, esclarece que: O setor jurídico do partido já foi acionado para analisar a real situação do processo e tomar as providências cabíveis, referentes às contas reprovadas,  já que no ano referido ele não era presidente do partido; 

   17. O deputado, no entanto, aguarda confiante os esclarecimentos dos fatos, bem como a definição da Justiça sobre o assunto, pois acredita que todas as medidas regulares tenham sido adotadas pela gestão anterior. 

   18. Após participar da Missão Califórnia Lixo Zero, junto à delegação União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale), a deputada Ivana Bastos fez um balanço das atividades que aconteceram entre os dias 17 e 23 de março e destacou a necessidade de implantar na Bahia medidas para gestão do lixo no estado. “Foi uma semana de aprendizado e troca de ideias que queremos trazer para a Bahia”, afirmou a parlamentar. 

   19. “A convite do Instituto Lixo Zero Brasil, observei de perto as boas práticas realizadas na Califórnia quanto ao gerenciamento dos resíduos sólidos. O estado é referencia mundial no assunto, que possui como meta ser lixo zero até 2020. Pra eles, é algo bem possível, pois atualmente apenas 18% da produção total de resíduos sólidos é enviada para os aterros sanitários”, contou Ivana Bastos.

   20. Durante audiência pública na Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa da Bahia, nesta quarta-feira (27), o deputado estadual Marcelo Veiga (PSB) cobrou medidas de inclusão social, cultural e econômica para as comunidades que vivem vizinhas ao aeroporto internacional de Salvador. 

   21. A comissão recebeu a empresa que gerencia as obras de melhorias do equipamento, a Vinci Salvador Bahia Airports, que integra a rede francesa Vinci Airports. O diretor presidente Júlio Ribas esteve na Alba para falar do empreendimento e foi questionado pelo deputado do PSB sobre quais as ações que a empresa tem realizado para melhorar a situação das famílias que vivem nesta região.