sexta-feira, 23 de agosto de 2019
Colunistas / Miudinhas
Tasso Franco

JAIR BOLSONARO melhora saúde e diz que SUS pode melhorar e muito

O vereador Henrique Carballal (PV) propôs, durante a sessão ordinária de terça-feira (5), a criação na Câmara Municipal de uma frente em defesa do torcedor
10/02/2019 às 19:14
MIUDINHAS GLOBAIS:

1. O estado de saúde do presidente da República, Jair Bolsonaro, segue em boa evolução. É o que atestam os médicos do Hospital Albert Einstein neste domingo (10). O boletim indica que Bolsonaro não apresentou mais febre e a pneumonia regrediu significativamente.

2. Com isso, foi possível reduzir a alimentação introduzida pela veia e manter a dieta pastosa, além dos suplementos nutricionais administrados por via oral. Contudo, os antibióticos são mantidos para assegurar a plena recuperação do presidente. Bolsonaro também segue realizando exercícios respiratórios e de fortalecimento muscular, além de caminhadas, segundo os médicos.

3. O presidente está internado na unidade de saúde desde o dia 28 de janeiro, quando deu entrada no hospital em São paulo para realizar a cirurgia de reversão da colostomia e de reconstrução do trânsito intestinal.
                                                            *****
4. Internado no hospital Albert Einstein há quase duas semanas, o presidente  Jair Bolsonaro  divulgou vídeo neste domingo (10) por meio do qual agradece à equipe médica que retirou sua bolsa de colostomia, em 28 de janeiro. Na gravação, de pouco mais de um minuto, o ex-deputado faz referência ao Sistema Único de Saúde (SUS) e diz que o programa assistencial "pode melhorar, e muito".

5. "Sabemos que pouca gente pode ter um tratamento como esse [o do hospital israelita, um dos mais caros do país]" admitiu Bolsonaro. "Mas temos plena consciência de que o nosso SUS pode melhorar, e muito. Tudo faremos para que isso se torne uma realidade", prometeu o presidente, que ainda se recupera da facada sofrida em Juiz de Fora (MG) em 6 de setembro, a um mês das eleições.
                                                            *****
6. Na manhã do último sábado (9), o Diretório Municipal do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), em Ilhéus, aprovou por unanimidade a incorporação do Partido Pátria Livre (PPL) à sua sigla. A aprovação segue orientação da executiva nacional comunista, negociada e já aceita no Congresso Nacional para superar a cláusula de barreira partidária.

 7. Também foram indicados os delegados para a conferência estadual do PCdoB na Bahia. Para Josenaldo Cerqueira, presidente do partido em Ilhéus, “a aprovação dessa resolução visa fortalecer a unidade partidária em resistência as medidas do atual governo contra os diretos dos trabalhadores e os retrocessos nas políticas sociais contra os mais pobres”.

 8. “Convencionou-se no Brasil que as políticas sociais que atendem os mais pobres tornaram-se privilégios, enquanto os verdadeiros privilégios daqueles que se beneficiam com o jogo e a manutenção do poder trata-se como ‘direito’, é preciso retomar o crescimento do país, com paz, justiça social e incluindo as necessidades do povo como prioritárias para nosso desenvolvimento”, argumentou Josenaldo. 

9. O prefeito ACM Neto inicia nesta segunda-feira (11) a reconstrução do Centro Municipal de Educação Infantil Eloyna Barradas, localizado na Rua Clóvis Almeira Maia, 81, Ribeira (próximo ao Saveiro Clube). O primeiro passo é a demolição da estrutura antiga, que já começa após a assinatura da ordem de serviço pelo prefeito, às 9h30, no próprio local.  

10. Em função da precariedade da unidade de ensino, os alunos do CMEI estudam hoje em um prédio da igreja Batista de Itapagipe, no andar térreo, na Rua Raphael Uchôa, número 45, Massaranduba. Após a reconstrução, a capacidade da unidade de ensino será de 770 alunos, com 11 salas em tempo integral e outras 11 em tempo parcial. O investimento será de R$11,3 milhões. 

11. A reforma da previdência em estudo pelo governo federal também deverá tratar das previdências estaduais, que já apresentam um déficit que pode levar os estados ao colapso. A avaliação é do governador Rui Costa, que participou, em Brasília, da reunião de governadores do Nordeste. 

12. Após o encontro, foi elaborada a Carta dos Governadores do Nordeste, dirigida ao presidente Jair Bolsonaro, apontando temas urgentes a serem tratados pela União e Estados junto ao Congresso Nacional.

 13. Uma das preocupações, a reforma da previdência foi um dos principais temas abordados, com apresentação das contas públicas. Segundo Rui, outros estados – assim como a Bahia fez em 2015 –, já aprovaram a nova previdência, com a inclusão da capitalização das contribuições. Há um passivo previdenciário anterior às reformas, no entanto, que precisa ser tratado no bojo daquela que o governo federal enviará ao Congresso, aponta Rui.

 14. “Buscaremos no debate da previdência, pautar soluções para a previdência dos estados. Uma das questões é a da compensação previdenciária, dinheiro que pertence aos estados que hoje está nas mãos do governo federal”. Segundo Rui, refere-se a contribuições de pessoas que iniciaram a carreira profissional na iniciativa privada, contribuindo para o INSS, mas se aposentaram no setor público.

 15. A Bahia, segundo o governador, tem a receber, a título de compensação, mais de R$ 2 bilhões do governo federal. A compensação, de acordo com o governador, seria uma das medidas que poderia ajudar a sanear o déficit dos estados. Outra medida é o acesso a crédito pelos estados. 

16. Parceiro do Clube de Desconto do Servidor, o Centro Universitário Jorge Amado (Unijorge) oferece, para funcionários públicos estaduais e seus dependentes, abatimento de 100% no valor da matrícula para os cursos de graduação presencial, além de 32% no preço das mensalidades. A promoção é válida para novos alunos e não é cumulativa.

17. O vestibular para ingresso na Unijorge será realizado neste domingo (10/02). Os descontos para servidores públicos são válidos para aqueles candidatos que ingressarem via vestibular tradicional, pelo vestibular agendado ou por aproveitamento da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).  Os benefícios também são válidos para ex-alunos já formados pela universidade que desejam se graduar em outro curso.

18. Os descontos são válidos para os três campi da Unijorge (Paralela, Tancredo Neves e Comércio), mas as vagas são limitadas e estão sujeitas a formação de turmas. O abatimento de 32% nas mensalidades será concedido em todas as parcelas até o final do curso.   A promoção não é cumulativo com outras campanhas, exceto o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), Programa Universidade para Todos (ProUni) e o PraValer (Unijorge Juros Zero).

19. O vereador Sílvio Humberto (PSB) protocolou, nesta quarta-feira (6), registro parabenizando a indicação de João Carlos Oliveira da Silva (PSB) para o cargo de titular da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema).

20. Ao engenheiro e agrônomo Sílvio desejou uma gestão exitosa e disse que “a junção da experiência em funções públicas com seus conhecimentos técnicos contribuirá de forma significativa para a atuação do Governo do Estado”.

21. João Carlos Oliveira da Silva, como lembra o vereador, exerce o cargo de vice-presidente da Junta Comercial do Estado da Bahia (Juceb), é funcionário de carreira da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac) e durante o governo de Jaques Wagner, foi secretário interino do Turismo por dois meses, após exercer a função de chefe de gabinete entre 2011 e 2013.

22. O vereador Henrique Carballal (PV) propôs, durante a sessão ordinária de terça-feira (5), a criação na Câmara Municipal de uma frente em defesa do torcedor. O legislador é contrário à recomendação do Ministério Público da Bahia (MP-BA) que determina torcida única no clássico Ba-Vi.

23. Para Carballal, a recomendação fere a Constituição Federal e o Estatuto do Torcedor. “Uma recomendação do MP não é superior à legislação federal”, disse. O vereador lembrou que a Arena Fonte Nova, onde ocorreu a partida mais recente entre Bahia e Vitória, no domingo (3), “foi construído com recursos públicos e mantido com recursos públicos”, o que, segundo ele, contraria a imposição de única torcida. “Se ficarmos calados, um dia vão acabar com o Carnaval”, comparou.