segunda-feira, 27 de maio de 2019
Saúde

Atendimento a idosos no CSU de Pernambués comemora 31 anos

A festa teve café da manhã, bingo, jogos de salão, além de oficinas de artesanato
Comunicacao Governo da Bahia , Salvador | 16/05/2019 às 12:43
Atendimento a idosos no CSU de Pernambués comemora 31 anos
Foto: divulgacao
Os 62 idosos do Grupo Nova Vida, atendidos pelo Centro Social Urbano (CSU) de Pernambués comemoraram, nesta quarta-feira (15), o aniversário de 31 anos da unidade. A festa teve café da manhã, bingo, jogos de salão, além de oficinas de artesanato. O equipamento público da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) realiza atividades de cultura, lazer e esporte para moradores da comunidade e região.
“É um espaço de múltiplas ações que seguem a política de convivência do idoso e fortalecimento de vínculo da política da assistência social. Nossos atendidos têm um espaço social que dá possibilidades de interagir com outras pessoas e participar de atividades variadas. A gente sabe que muitos idosos ficam isolados em casa e acabam sofrendo com depressão e aqui é um ambiente propício para combater isso”, explica a coordenadora do CSU, Rose Rian.
A comerciante Marize Silva percebeu uma mudança no bem estar da mãe, Marinalva, depois de inscrevê-la no CSU. “Ela ficava em casa desanimada, não queria sair, a gente convenceu ela a participar das atividades aqui no Centro e foi uma mudança grande. Hoje ela está mais feliz, mais animada, mais disposta e com uma vida social mais desenvolvida”.

 

CSU

 

Os Centros Sociais Urbanos oferecem atividades de lazer, inclusão digital, informação, formação e qualificação profissional, educação infantil, atenção a saúde e apoio a grupos de convivência, visando fomentar a organização e fortalecimento de vínculos nas comunidades. A SJDHDS possui nove unidades da capital e 22 duas no interior do estado.
O objetivo do governo é consolidar os CSU’s como centros públicos voltados para o desenvolvimento, inclusão social e redução da violência. Além de promover atividades esportivas e de formação, deve assegurar o acesso aos bens e serviços sócioassistenciais, como Conselho Tutelar, CRAS, Unidades de Saúde e de Educação Infantil. O propósito é tornar os CSU núcleos de referência em suas comunidades.