quarta-feira, 24 de abril de 2019
Saúde

Bolsonaro toma antibióticos e tem previsão de alta adiada por 7 dias

Com informações de Veja
Da Redação , Salvador | 04/02/2019 às 18:51
Jair Bolsonaro
Foto: Twitter JB
O presidente Jair Bolsonaro (PSL) foi submetido a tratamento com antibióticos de amplo espectro após apresentar elevação da temperatura corporal, que chegou a 37,3°C, e alteração de alguns exames laboratoriais, com aumento de leucócitos, na noite de domingo 3. As variações podem indicar processo infeccioso, segundo o porta-voz da presidência, Otávio do Rêgo Barros.

O presidente está internado na unidade de cuidados semi-intensivos do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde há uma semana passou por cirurgia para retirar a bolsa de colostomia.

PUBLICIDADE

Diante do quadro de saúde de Bolsonaro, a previsão de alta foi adiada. Como os antibióticos precisam ser ministrados por sete dias, ele deve permanecer no hospital por mais esse período, segundo o porta-voz. A princípio, o presidente deixaria o hospital entre quarta-feira, 6, e quinta, 7. Rêgo Barros ressaltou, contudo, que ainda não se cogita novo afastamento de Bolsonaro da Presidência, o que abriria espaço para o vice, general Hamilton Mourão, assumir o cargo.