quarta-feira, 24 de abril de 2019
Saúde

Casa de apoio abrigará mulheres que tratam câncer em Salvador

Ingressos para baile de gala em Salvador estão à venda nas Voluntárias Sociais
Comunicação Governo da Bahia , Salvador | 02/02/2019 às 16:44
Projeto casa de apoio
Foto: divulgação

Os interessados em participar da Bahia Real Masqué, baile de gala beneficente que ocorrerá no dia 22 de fevereiro, a partir das 21h, no Palácio da Aclamação, no Campo Grande, podem adquirir os ingressos, a preço único de R$ 800, na sede das Voluntárias Sociais e no balcão de Ingressos da Line, localizado no 2º Piso do Shopping da Bahia.

Idealizado pela primeira-dama do Estado, Aline Peixoto, e promovido pelas Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA), o baile carnavalesco contará com shows de Luiz Caldas, Tatau e os Irmãos Macedo, além da participação especial de Marcia Short e outras que serão divulgadas nos próximos dias.

Casa de Apoio - Toda a renda obtida com o baile de gala será revertida para a construção da Casa de Apoio à Mulher com Câncer. O espaço que contará com projeto arquitetônico doado pelo arquiteto David Bastos irá abrigar as mulheres que vêm do interior para fazer o tratamento oncológico no Hospital da Mulher, localizado no Largo de Roma, na Cidade Baixa, e não possuem hospedagem em Salvador durante o tratamento.

A dificuldade de encontrar um ponto de apoio leva muitas mulheres a abandonarem o tratamento. Em vista disso, as Voluntárias Sociais da Bahia decidiram realizar uma campanha de arrecadação de fundos através da promoção do baile carnavalesco.

“O objetivo da primeira-dama com um evento como esse é a mobilização da sociedade em prol dos que mais precisam. Já fizemos eventos com a parceria de Ivete Sangalo para o Martagão Gesteira, onde foram arrecadados R$ 5 milhões em dois shows. Fizemos também uma parceria com Bell Marques para o Aristides Maltez. Arrecadamos R$ 2 milhões. Com esses recursos, ampliamos e reformamos os dois hospitais”, revelou Gustavo Urpia, assessor das Voluntárias Sociais da Bahia.

A Casa de Apoio à Mulher com Câncer será construída no bairro de Roma, nas proximidades do Hospital da Mulher, de modo a facilitar o deslocamento de um ponto a outro. A estrutura projetada irá abrigar até 120 mulheres, que, além de hospedagem, terão acesso a terapias ocupacionais e oficinas de capacitação. Contará, também, com uma cozinha experimental, salas de convivência, um amplo refeitório e quartos individuais e duplos.