segunda-feira, 19 de novembro de 2018
Saúde

Governo entrega UPA 24h no bairro de São Caetano, em Salvador

Nova UPA começa a atender o público a partir de quarta-feira (12)
Comunicacao Governo da Bahia ,  Salvador | 11/09/2018 às 12:08
Governo entrega UPA 24h no bairro de São Caetano, em Salvador
Foto: Alberto Coutinho/GOVBA

Os mais de 400 mil moradores de São Caetano e adjacências, em Salvador, agora contam com a Unidade de Pronto Atendimento 24h (UPA 24h), localizada na Rua Ana Mariani Bittencourt, entregue nesta terça-feira (11). Com capacidade para 150 atendimentos por dia, o equipamento, que antes da reforma funcionava como Unidade de Emergência, começa a atender o público a partir de quarta-feira (12). A UPA conta com consultórios pediátricos, laboratório, raio-x, eletrocardiografia e leitos de observação.

 

O secretário da Saúde, Fábio Vilas-Boas, informou que a unidade atende aos parâmetros do Ministério da Saúde e representa um investimento de R$ 2 milhões. Ainda segundo o gestor, a UPA deve ser o primeiro ponto da rede de urgência e emergência a ser procurado, destacando que os hospitais de referência só devem ser demandados quando houver evidências de risco de morte. Conforme explicado por Vilas-Boas, na UPA, o paciente será classificado e enviado, se necessário, para os hospitais. 

A coordenadora da UPA em São Caetano, Zorilmar Santana, informa que a unidade possui 120 funcionários, entre médicos, enfermeiros e a parte administrativa. “Nós vamos começar a atender a partir de amanhã. Todo paciente que chegar vai passar pela avaliação de risco, com base no Protocolo de Manchester.  O atendimento é sempre feito do menos para o mais grave”.

 

Na unidade, será prestado atendimento aos pacientes acometidos por quadros agudos de natureza clínica, além de prestar primeiro atendimento aos casos de natureza cirúrgica e de trauma, estabilizando os pacientes e realizando a investigação diagnóstica inicial, de modo a definir, em todos os casos, a necessidade ou não de encaminhamento a serviços hospitalares de maior complexidade.

Oportunidade

Além de ampliar o acesso à saúde para a população da capital baiana, a nova UPA oferece oportunidades de empregos, como é o caso de João Vitor, 18 anos, que conseguiu o primeiro emprego formal na unidade, na área administrativa. “Isso para mim significa um novo ciclo que se inicia. Com o desemprego, eu aperfeiçoei meu currículo, fiz cursos online. Eu já pensei em me graduar na área de saúde, então já ter o primeiro emprego em uma UPA é promissor”, afirmou.