segunda-feira, 20 de novembro de 2017
Saúde

SALVADOR começa vacinar contra gripe para os velhinhos a partir 24/4

A campanha vai de 24 de abril até 26 de maio
Da Redação , Salvador | 17/04/2017 às 14:00
Vacina contra gripe para idosos
Foto:
  Reduzir as complicações, internamentos e mortes causadas pela gripe. Este é o objetivo da 19ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza que será iniciada amanhã (18) em Salvador. Nessa primeira semana, até o dia 20 de abril, a estratégia atenderá exclusivamente aos trabalhadores de saúde de qualquer área ou setor seja do serviço público ou privado. A partir da segunda, 24, para toda população.

"Nesse primeiro momento a campanha imunizará os trabalhadores de saúde pois essa classe precisa estar protegida para o atendimento ao público ao público em geral. Para serem vacinados, esses indivíduos devem apresentar além da caderneta de vacinação, algum documento que comprove o vínculo laboral como carteira do conselho de classe, contra-cheque ou crachá conjuntamente com um documento de identificação oficial com foto", explicou Doiane Lemos, subcoordenadora do setor de Imunização do município.

A partir da próxima segunda-feira (24), a estratégia de imunização que seguirá até o próximo 26 de maio contemplará os demais grupos que compõem o público alvo da campanha. A novidade desse ano é a inclusão dos professores na mobilização. "Esse ano o Ministério da Saúde incluiu os professores no grupo prioritário de imunização contra a influenza. Assim como os profissionais de saúde, essa classe também terá que comprovar no momento da aplicação da dose a relação de trabalho", salientou Doiane.

A meta é proteger pelo menos 90% das mais de 673 mil pessoas entre idosos (a partir de 60 anos), crianças (de 6 meses a menores de 5 anos), gestantes, puérperas (mulheres que ganharam bebê nos últimos 45 dias), trabalhadores de saúde do serviço público e privado, portadores de doenças crônicas e população privada de liberdade que residem em Salvador.

Para atender a população, a Secretaria Municipal da Saúde disponibilizará 126 salas de vacinação das unidades básicas e saúde da família espalhadas em todas as regiões da cidade de segunda a sexta-feira (exceto feriado), das 08 às 17 horas.

A imunização é a principal medida preventiva da enfermidade que interferem no desenvolvimento das atividades rotineiras das pessoas, garantindo-lhes qualidade de vida, bem-estar e inclusão social, podendo reduzir em até 45% o número de hospitalizações por pneumonias e até 75% a mortalidade global por complicações da influenza.

Em 2016, foram registrados 505 casos de doença causadas por vírus respiratórios em Salvador. Até o momento, a Vigilância Epidemiológica do município contabilizou 71 ocorrências dos agravos.