quinta-feira, 21 de setembro de 2017
Salvador

ABANDONO DA CIDADE: Praça Wilson Lins vira pasto e só resta escultura

Lembrando que a escultura está desfigurada pela maresia
Tasso Franco , da redação em Salvador | 12/09/2017 às 17:41
Área do antigo Clube Português da Bahia
Foto: KG
     De Kabá Gaudenzi para Antonio Lins: A Praça que leva o nome do seu velho e querido pai, está mesmo um horror. Veja o estado que está a escultura do meu querido amigo Chico Liberato. Não poderia nunca ter sido feita em aço-carbono para ficar na beira da praia e sim, em aço cortrain ou em fibra. O resto da praça não existe. Não tem nenhum equipamento nem arborização, quioske, bancos, parque infantil, sei la mais o que...

   Poderiam plantar ao fundo um correr de coqueiros dando pro mar com a técnica de reimplantes que a prefeitura tem, povoando-se a Praça aos domingos com eventos rápidos, feora de artesanato, iluminação cênica e uma placa ou busto do Grande Rubião Brás.

   COMENTÁRIO DO BJÁ

   A Praça Wilson Lins foi inaugurada em 2011 gestão de JH e ocupa a área onde era o Clube Português da Bahia, Pituba. Havia, por lá, alguns equipamentos, mas, todos já foram destruidos. Hoje, virou um pasto e eventualmente serve para veiculos foods-truchs, babas e local de programa, às noites. 

   Uma vergonha e um desrespeito ao grande escritor e jornalista,