quinta-feira, 27 de junho de 2019
Política

Nelson Leal exalta valor das ciências humanas para a educação no país

FEIRA: A Secretaria da Agricultura deu início ao seu programa anual de distribuição de sementes aos pequenos produtores rurais, cuja área de produção abrange os oito distritos do Município.
Tasso Franco , da redação em Salvador | 22/05/2019 às 21:11
Presidente da ALBA, Nelson Leal
Foto:
MIUDINHAS GLOBAIS:

1. Considerado desprezível pelo Ministério da Educação (MEC) para a formação educacional do brasileiro, o ensino das ciências humanas nos cursos Médio e Superior no país foi exaltado pelo presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), deputado Nelson Leal (PP), em moção de louvor apresentada à Secretaria Geral da Mesa (SGM) da Casa, na manhã desta quarta-feira 22.

2. “É voz corrente entre educadores nacionais e internacionais, que o ensino das Ciências Humanas liberta, abre horizontes, arranca as amarras do pensamento único. Talvez por isso, incomode tanto aos regimes autoritários que têm assento na saga das civilizações, como registram os livros de história”, ressaltou, Leal, na peça legislativa.

3. Para o chefe da Alba, os ensinos da filosofia, antropologia, sociologia e da história se configuram no alicerce básico de uma sociedade, em sua tarefa essencial de promover a reflexão crítica, a educação política e o pensamento independente para a formação educacional do cidadão de qualquer país do mundo.

4. O deputado pepista observa que a historiografia mostra que os regimes autoritários sempre escolheram as Ciências Humanas como escopo de seus ataques, mascarados de reforma do ensino, com vista à implantação de dogmas e doutrinas ideológicos. “Criminalizar as Ciências Humanas é uma maneira de imbecilizar uma sociedade, turvar o livre exercício do pensar e deixar como legado saberes mediocrizados”, afirma, Nelson Leal.

5. Formado em Engenharia Civil, o chefe do Legislativo estadual destaca que as Ciências Humanas são fundamentais também para a construção do saber lógico dos alunos das áreas das ciências técnicas.

6. “Posso afirmar que as Ciências Humanas tiveram grande importância para a minha formação como engenheiro civil e como político. Sem elas o indivíduo mergulha num processo de apequenamento do intelecto”, declarou.

7. Nelson Leal - que já havia apresentado na Casa uma Moção de Repúdio aos cortes de verbas das Universidades federais -, lembra que restringir as Ciências Humanas contraria a própria Lei de Diretrizes e Bases da Educação Brasileira, a LDB, que preconiza a pluralidade do ensino.

8. Presidente da Assembleia Legislativa baiana também critica duramente a tentativa de negar a notoriedade internacional de ícones da educação brasileira e mundial, como forma de demonizar o conhecimento e o saber histórico.

9. “Tentar negar o iluminismo de educadores do naipe de Paulo Freire, Anísio Teixeira, Darcy Ribeiro e outros, ainda que seja uma iniciativa vã ante o mundo, é antes de mais nada um crime contra a educação e a história brasileiras”, defende, Nelson Leal.
                                                                       *****
10. Com a ausência da vereadora Marcelle Moraes (sem partido), que na última reunião da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Municipal pediu vista ao novo parecer do relator Duda Sanches (DEM), o projeto do Estatuto da Igualdade Racial e Combate à Intolerância Religiosa (Projeto de Lei nº 549/13) foi definitivamente considerado aprovado no colegiado. Votaram favoráveis, além do presidente e do relator, Alfredo Mangueira (MDB), Aladilce Souza (PCdoB) e Suíca (PT).

11. O texto da Comissão de Reparação recebeu emendas dos vereadores Alfredo Mangueira, Aladilce e Suíca, além da Frente Parlamentar dos Templos Religiosos. “Foi um processo importante, de muito aprendizado, com todas as oportunidades concedidas aos vereadores. Buscamos e conseguimos o consenso”, comemorou Aleluia.

12. Duda Sanches fez questão de agradecer a confiança do presidente e dos demais integrantes do colegiado, classificando o Estatuto da Igualdade Racial como “um instrumento de justiça social, da maior importância para uma cidade que tem a maior população negra da América Latina”. Ele destacou a vitória do diálogo, que “consegue vencer tudo, inclusive o preconceito, o ódio e a intolerância religiosa”.

13.  (FEIRA) A Secretaria da Agricultura deu início ao seu programa anual de distribuição de sementes aos pequenos produtores rurais, cuja área de produção abrange os oito distritos do Município.

14. Tiquaruçu e Bonfim de Feira foram os primeiros distritos a serem contemplados com a medida, na manhã desta quarta-feira,22. 

15. Este ano serão distribuídas 60 toneladas de sementes de feijão, e 30 toneladas de milho. As sementes, de acordo o secretário de Agricultura, Joedilson Carvalho, são selecionadas e resistentes a pragas que atacam estas lavouras.

16. Ele enfatizou que cada lavrador cadastrado pela Secretaria de Agricultura para participar deste programa, recebe uma cota de quatro quilos de sementes de feijão e dois de milho. 

17. Ao final da colheita, o produtor devolve estas mesmas porções a Secretaria, que as repassa às instituições de assistência social e filantrópicas do Município.

18. Em campanha do Maio Vermelho, equipe do Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) de Lauro de Freitas dedicou a quarta-feira (22) para intensificar alertas sobre a necessidade de prevenir e diagnosticar precocemente o câncer bucal. Na sala de espera, pacientes receberam orientações de como realizar o autoexame e quais cuidados devem tomar para diminuir fatores de risco.

19. Ter uma boa higiene oral, evitar exposição ao sol sem proteção e optar por uma alimentação rica em vegetais e frutas, são alguns dos hábitos saudáveis indicados pelo estomatologista Isaac Queiroz. “Afastar os fatores de risco como o fumo e álcool, principalmente, e consultar o dentista ao menos uma vez ao ano é fundamental” alertou. O profissional apresentou dados sobre incidência do câncer bucal e as alternativas para ajudar a melhorar a saúde da boca.

20. O câncer bucal é uma doença que afeta estruturas da boca, como gengiva, bochechas, céu da boca, língua e sua região. Nos lábios é mais comum na parte inferior. São possíveis sinais precoces: feridas que não cicatrizam por mais de 15 dias, manchas ou placas vermelhas ou esbranquiçadas, sangramentos sem causa, caroços no pescoço e rouquidão persistente.

21.O prefeito ACM Neto entrega nesta quinta-feira, às 11h30, a geomanta grafitada da Travessa do Panta (na entrada da Vasco da Gama, para quem acessa a via pelo Dique do Tororó, próximo ao posto de gasolina São Jorge). No total, cinco novas geomantas foram grafitadas. Além da Travessa do Panta, que faz parte do bairro do Garcia, as outras estão localizadas no Cabula, São Rafael, Campinas e Pirajá e Uruguai. 

22. O objetivo do projeto, fruto de uma parceria entre a Defesa Civil de Salvador (Codesal) e a Fundação Gregório de Mattos (FGM), é aproveitar as geomantas, que garantem mais segurança em áreas com risco de deslizamento, para estimular a arte de rua e embelezar a cidade.