segunda-feira, 21 de janeiro de 2019
Política

APLB quer diálogo com SEC para tratar da dedicação exclusiva diretores

Diretores e vice-diretores da rede estadual realizam ato público nesta sexta-feira (11), às 8h, na Governadoria (CAB)
APLB , Salvador | 10/01/2019 às 12:40
Em nota à imprensa, a direção da APLB-Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia realizou, na quarta-feira (09), no auditório do Sindicato, uma plenária com gestores de escolas da rede estadual para debater as próximas ações da categoria contra a Lei n° 14032 de 18 de dezembro de 2018, que determina Dedicação Exclusiva para Diretores e Vice-diretores dos colégios da rede estadual.

A categoria mantém posição contrária, exigindo a revogação imediata da medida e que seja estabelecido o diálogo direto com os gestores, conforme solicitado à Secretaria de Educação do Estado da Bahia (SEC), em documento construído pelo Fórum de Gestores e entregue no dia 27 de dezembro, em ato público na Governadoria.

Caso não haja a abertura de diálogo é possível que ocorra um pedido de exoneração coletivo (de diretores e vice-diretores de escola), o que pode comprometer de forma irreversível o processo de matrícula  que ocorre a partir do dia 22 de janeiro e as atividades que devem dar início ao ano letivo. 

Diversas Delegacias do interior também se mobilizam para estar presentes ao ato público.

Diante da falta de respostas até o momento, a plenária decidiu manter a mobilização e realizar as seguintes ações:

Ato Público na Governadoria (CAB) – Sexta-feira (11),  às 8 horas

Entrega de Carta Aberta à População – explicando os motivos da mobilização e suas implicações para toda a comunidade escolar e a sociedade baiana.