quarta-feira, 12 de dezembro de 2018
Política

RUI COSTA teve metade dos votos do eleitorado baiano 5.096.062 votos

Um total de 20.74% sequer foram as secções eleitorais na capital e no interior
Tasso Franco , da redação em Salvador | 09/10/2018 às 17:47
Rui com 5 milhões de votos
Foto: Carlos Casaes
   MIUDINHAS GLOBAIS:

   1. A reeleição de Rui Costa (PT) a governador da Bahia para o período 2019/2022 é inquestionável e foi a maior percentualmente falando da história recente do estado (75.50%) superando a marca de Waldir Pires (PMDB) contra Josaphat Marinho (PFL) que foi de 66.95%. Rui obteve 5.096.062 votos (75.50%) contra 1.502.266 (22.26%) de Zé Ronaldo. Em 1986, Josaphat Marinho teve 30.50% dos votos 1.218.520.

   2. Um dado curioso desta eleição é o seguinte. A Bahia tem 15.280.000 habitantes e 10.390.247 eleitores e o que significa dizer que Rui obteve 1/3 dos votos de todos os baianos e a metade dos votos de todos os eleitores. Marca expressiva. Detalhe: 4.199.605 não votaram ou anularam o voto, sendo ausentes (não compareceram as urnas 20.74%) 2.715.000; brancos 314.605 (3.82) e nulos 1.170.000 (14.21%).

   3. Os votos válidos na Bahia foram 6.743.554 com abstenções de 38.77% (considerando nulos/brancos/ausentes) bastante alta. O que leva mais de 2.700.000 de pessoas a não comparecerem as urnas (os ausentes que nem foram nas secções) são motivos variados desde viagens, doenças, idade avançada, etc, e algumas dessas pessoas precisam justificar o voto no TRE. Quem tem mais de 70 anos de idade não é mais obrigado a votar e muita gente se utiliza dessa prerrogativa e não vai às urnas.

   4. No Senado também deu a máxima de que o governador eleito puxa a eleição dos senadores e Jaques Wagner (PT) e Angelo Coronel (PSD) foram eleitos sem sobressaltos apesar de, na inicial, irmão Lázaro (PSC) sair na frente para o Senado. Esse fenômeno já aconteceu com Antonio Imbassahy e com César Borges, mais recentemente, quando foram eleitos Lidice da Mata e Walter Pinheiro.
                                        *****
   6. A Polícia Militar realiza três solenidades simultâneas na Bahia, na manhã desta quarta-feira (10), para formar 300 alunos no Curso Especial de Formação de Sargentos 2018.

   7. Em Salvador, o evento cívico militar acontece às 9h, na Vila Policial Militar do Bonfim, e reunirá 204 formandos. Em Feira de Santana, serão formados 85 policiais militares na sede do Batalhão de Ensino, Instrução e Capacitação (1º BEIC), e em Ilhéus, a PM forma 11 novos sargentos.

   8. No curso, os alunos, que já integravam a corporação na condição de cabos, passaram por instruções teóricas e práticas, a exemplo de policiamento ostensivo geral, direitos humanos, direito militar aplicado, legislação, polícia comunitária, tiro policial, policiamento de trânsito, entre outras, totalizando três meses.

   9. O SAC Móvel presta atendimento à população em municípios do interior até o dia 16 de outubro. Serão ofertadas emissão de RG, CPF, antecedentes criminais, recadastramento de pensionistas do Estado e Ouvidoria, conforme calendário abaixo. O roteiro do SAC Móvel está disponível também no site do SAC (www.sac.ba.gov.br).

Rota 1

Mulungu do Morro (dias 09 e 10); Iraquara (dias 12 e 13); Seabra (dias 15 e 16)

Rota 2

Santo Amaro (dias 09 e 10); Cachoeira (dias 11 a 14)

Rota 3

Ourolândia (dias 09 e 10); Umburanas (dias 12 e 13)

Mirangaba (dias 15 e 16)

   10. candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, afirmou no início da tarde desta terça-feira, 8, que não vai se descolar a imagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso em Curitiba desde 7 de abril no âmbito da Operação Lava Jato. 

   11. Ainda hoje, a senadora Gleisi Hoffman, presidente do partido e que foi eleita deputada federal pelo Paraná, afirmou que Lula ordenou que Haddad se concentre em sua campanha e não o visite mais na sede da Superintendência da Polícia Federal na capital paranaense.

  12. Gleisi afirmou que Lula fez chegar ao partido que espera que candidato à Presidência se concentre nas agendas de rua da campanha neste segundo turno e deixe de visitá-lo na prisão semanalmente, como tem feito até o momento. "Foi um recado para mim: manda o Haddad fazer campanha, não precisa mais vir aqui", disse Gleisi, que participa de reunião organizada pela direção petista na capital paulista, nesta terça-feira.

   13. O vereador Odiosvaldo Vigas (PDT) agradeceu hoje (09) à Bahia após participar das eleições como candidato a deputado federal e não se eleger. "Agradeço aos amigos de longa data e aos novos amigos que surgiram pelos vários caminhos percorridos pela Bahia nessa campanha eleitoral. Uma das coisas boas é que encontrei nas caminhadas muitos apoios, apoios especiais no dia a dia do processo eleitoral, de companheiros e amigos que anteriormente me apoiaram para o mandato de vereador"

    14. Na mensagem de agradecimento, Odiosvaldo Vigas reafirma seu compromisso com a cidade de Salvador, "sempre em busca de justiça social e melhorias para as pessoas, de benefícios para a população da capital baiana. Não conquistei a vaga para deputado federal, mas a luta continua com o meu mandato de vereador para servir a cidade e aos cidadãos soteropolitanos". 

   15. Ele retoma agora o calendário da Câmara Municipal e sua agenda profissional como médico cardiologista de atendimento social.

   16. Cerca de 975 detentos de Salvador e de mais 17 cidades do interior do Estado estão fazendo cursos de qualificação profissional, por meio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec Prisional), que na Bahia é executado pelas Secretarias Estaduais da Educação e da Administração Penitenciária e Ressocialização. 

   17. A iniciativa, que visa promover a reinserção na sociedade e oportunizar a capacitação para o mundo do trabalho, envolve 26 cursos distribuídos em 49 turmas, sendo que no sistema de regime fechado são 15 detentos por turmas e, no aberto, são 20 .alunos.

   18. As aulas para o curso de padeiro também já começaram, no Conjunto Penal de Itabuna (357 km de Salvador), contemplando pessoas do sistema fechado. Em Vitória da Conquista, os cursos de estampador de tecidos e manicure e pedicure são voltados para pessoas que cumprem pena em regime fechado na Colônia Penal e no Presídio Newton Gonçalves. 

   19. Para as pessoas que cumprem pena em regime aberto, também está sendo ofertado, em Vitória da Conquista, o curso auxiliar de saúde bucal, em umas das escolas da rede estadual, com a participação de mais 50 pessoas. Também já foi iniciado, em Juazeiro, o curso de marceneiro, em regime fechado, na penitenciária da cidade.

   20. A UFBA realiza entre os dias 16 e 18 de outubro mais uma edição de seu Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão, cujo tema central começa por uma indagação: “E agora, Brasil? A universidade e os desafios desses novos tempos”. Pensado como um espaço para a reflexão ampliada e aprofundada sobre a universidade e seu papel social, o Congresso UFBA 2018 abre sua programação com a conferência do professor Muniz Sodré, no Teatro Castro Alves, e segue com debates e atividades culturais distribuídas por todos os campi da universidade. O evento já conta com 6.300 inscritos. 
.199.
   21. No total, 3.200 propostas foram submetidas para participar do congresso, “o que revela um alto grau de acolhimento do evento pela comunidade universitária”, afirma o coordenador de produção e difusão da Pró-Reitoria de Extensão (Proext), professor Guilherme Bertissolo. "É a comunidade UFBA envolvida e comprometida com suas atividades de ensino, pesquisa e extensão”, diz.

    22. Todas as áreas do conhecimento estão contempladas na programação. Na área da pesquisa, por exemplo, no dia 17, às 9h, na Sala dos Conselhos, a pesquisa e extensão estão na pauta. Nesse mesmo dia, às 14h, na Biblioteca Universitária, o debate é sobre 'A evolução do crescer a repercussão do grupo no processo de formação de profissionais e pesquisadores como agente transformador no contexto da saúde da criança e comunidades vulneráveis". Vale conferir a extensa programação no site da UFBA.

   23. A Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba) promoveu uma tarde especial, nesta terça-feira (9), com brincadeiras, entrega de presentes, contação de histórias, lanches e música, para crianças portadoras de doença falciforme e que recebem atendimento ambulatório na instituição. 

   24. Médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, psicólogos e assistentes sociais participaram das atividades. “Esse é o diferencial da fundação. Todos da equipe se envolvem em ações como essa para deixar a rotina de atendimento menos sofrida. São pequenos gestos, feitos de coração, que transformam o nosso dia. Essa é a nossa grande recompensa”, afirmou a médica hematologista Luciana Nogueira, que atua na Hemoba há 26 anos. 

   25. Para Kerla Inessa, mãe de João Felipe, 10 anos, portador da doença falciforme, o momento levou diversão e leveza para a rotina de atendimento. “Há um ano estamos fazendo acompanhamento na Hemoba, entre exames e consultas. Hoje ele está radiante. Ele sempre quis participar de uma festinha assim”, disse.