ter?a-feira, 18 de dezembro de 2018
Política

RUI adota estratégia de perseguido e seus aliados criticam ACM Neto

Governo do Estado antecipou aos 417 municípios baianos R$ 147,8 milhões que, de acordo com o calendário das transferências constitucionais, só seria repassado em janeiro.
Tasso Franco , da redação em Salvador | 29/12/2017 às 19:34
A estratégia antiga de pobre coitado e perseguido com mensagem no twitter
Foto: REP
   MIUDINHAS GLOBAIS:

   1. O governador Rui  Costa (PT) resolveu adotar a estratégia de marketing político do 'pobre coitado' que estaria sendo perseguido por uma força estranha, poderosa, que impedia a liberação de um empréstimo de R$600 milhões junto ao Governo do presidente Michel Temer para a recuperação de estradas. No twitter (reprodução acima) diz que "travou uma verdadeira batalha para garantir recursos destinados a obras importantes em todo estado. Não baixamos a cabeça diante do boicote e a perseguição aos baianos. A Bahia venceu!".

   2. Rui não diz que esse força poderosa é ACM Neto, insinua, mas, seus partidários deputados estaduais e federais, em coro, de forma organizada dizen que o mentor do boicote é ACM Neto. O deputado José Carlos Aleluia (DEM) diz que tudo não passa de choro de incompetente e atribui a orquestração dos parlamentares a Rui. 

   3. Essa estratégia, em nossa opinião, é ultrapassada, mofenta, e não tem cabimento. Salvo, óbvio, para alimentar um discurso junto aos militantes petistas, sem irradição mais consequente. Neto respondeu ontem que é lamentável ser acusado de uma coisa que não praticou. E, Rui, vangloria-se no twitter, de que "a Bahia venceu", o empréstimo saiu graça a sua luta, a sua determinação. 

   4. É, pode até ser, do ponto-de-vista de ter lutado para conseguir o empréstimo, o que, é o seu papel como governador. E só.

   5. Querer conferir a Neto uma derrota, como declararam vários deputados (leia após este comentário) não cola. O governador também se passar por um gestor que está sendo perseguido também não cola. 

   6. Na politica nacional sempre foi assim: o governo federal ajuda mais aos aliados e menos aos adversários. Isso acontece também no âmbito dos estados e dos municípios. Agora mesmo, o prefeito de Feira, José Ronaldo, disse que Rui fez pouco por Feira de Santana diante da dimensão do município que dirige. E, recentemente, o FNDE liberou R$11 milhões para a Prefeitura de Camaçari, aliada do DEM, realizar obras em 5 novas creches.

   7. Então, em nossa opinião, Rui deve reavaliar essa estratégia do pobre coitado. Seu governo tem méritos próprios e não precisa nada disso. Todos gestores - nos vários níveis - são eleitos para governar, resolver problemas e encontrar soluções. 

   8. A senadora Lidice da Mata, quando prefeita de Salvador, na década de 1990, adotou essa mesma estratégia de ter sido perseguida por ACM e nada acrescentou no seu andamento político. Candidatou-se a governadora, em 2014, e pedeu feio. E, se está eleita senadora, deva-se ao fato de Jaques Wagner reeleito governador, em 2010, em primeiro turno, ter puxado a eleição dos dois senadores: Pinheiro e Lidice.

   9. Então, em nossa opinião, Rui deve divulgar o que fez e ainda fará, o que não é pouco.
                                                                        *****
   10. Agora, veja algumas ooiniões de deputados aliados de Rui sobre essa sobre a notícia de que foi feito o depósito dos R$ 600 Milhões na conta do governo do estado. O deputado Afonso Florence (PT-BA), vice-líder da oposição no Congresso Nacional afirmou que "ACM Neto perdeu novamente" em alusão ao bloqueio do depósito feito pelo presidente Temer a pedido do prefeito de Salvador.

   11. Florence disse ainda que "seguindo a linha do avô (o ex-senador ACM), o prefeito de Salvador tentou desviar a atenção da população fazendo festa, enquanto boicotava o empréstimo". 

   12. "É uma derrota definitiva do prefeito de Salvador porque toda a Bahia já sabe que ACM tentou impedir os investimentos do governo Rui, logo ele que não investe na atenção básica da saúde e Salvador tem a pior cobertura do estado", pontua.

   13. Segundo Afonso, "a máscara de bom gestor está caindo, ele [ACM Neto] vai passar o ano de cabeça cheia com mais esta derrota. Enquanto isto o povo baiano comemora a perspectiva de mais investimentos do governo do estado", concluiu Florence.

   14. O deputado estadual Alex Lima (Podemos) comemorou o depósito do Banco do Brasil, após decisão judicial, referente ao empréstimo de R$ 600 milhões concedido ao Estado. “A Bahia venceu e mostrou que não se curva diante de perseguições políticas. A justiça foi feita e nós seguimos acreditando que o mal nunca vence”, disse o paramentar, alfinetando o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), que visitou a Bahia na última quinta-feira (28).

   15.  “Não há maldade que resista ao axé da Bahia e a força do Senhor do Bonfim. Bastou pisar em terras baianas para que toda articulação maldosa fosse desfeita”, ironizou.

   16. O deputado federal Bacelar, líder do Podemos na Bahia, classificou a liberação do empréstimo do Banco do Brasil para a Bahia como um merecido triunfo após a trincheira preparada para o longo combate. 

   17. “O fator determinante foi, sem dúvida, a persistência de Rui Costa e a altivez do governador para acionar todas as instâncias e mostrar o direito dos baianos em adquirir esses recursos para serem aplicados onde o Estado necessita. Valeu o esforço da bancada federal além do entendimento do Poder Judiciário que foi perfeito”, comemorou. 
 
   18. Após interferência política do presidente Michel Temer (PMDB) e aliados do DEM o contrato do empréstimo não foi honrado pelo banco, mas o governador Rui Costa (PT) iniciou uma batalha judicial e, por decisão do Tribunal de Justiça da Bahia, a quantia foi liberada e poderá ser aplicada em educação e obras de infraestrutura como na recuperação e construção de estradas.

   19. Líder do PT na Assembleia Legislativa, o deputado Joseildo Ramos (PT) comemorou na noite desta quinta-feira (28) o depósito de R$ 600 milhões do Banco do Brasil nas contas do Estado após decisão judicial. A notícia foi dada pelo governador Rui Costa, que nos últimos meses travou uma verdadeira batalha para que o contrato de empréstimo fosse honrado pelo banco após interferência política do presidente Michel Temer e do DEM. 

   20. “A Bahia e o governador Rui Costa estão de parabéns porque honraram as tradições de luta da nossa terra e não se curvaram diante desse tipo de perseguição. Hoje a vitória é na justiça, 2018 é nas urnas”, comemorou Joseildo.

   21. O dinheiro foi liberado após decisão do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) que acatou o pedido da Procuradoria Geral do Estado (PGE) para que o Banco honrasse o contrato assinado. Os recursos devem ser aplicados em educação e obras de infraestrutura como na recuperação e construção de estradas. 

                                                                        *****
   22. O sistema de oferta de energia elétrica do Povoado de Sítio, no município de Riachão das Neves, Oeste baiano, deverá ser ampliado para melhor atender à população da cidade, estimada em cerca de 22 mil habitantes, conforme o último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE.

   23. Solicitação nesse sentido foi feita pelo presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), deputado Angelo Coronel (PSD), ao governador Rui Costa, na tarde desta terça-feira 26. Na indicação, o parlamentar ressalta que as boas condições de infraestrutura da região farão com que o crescimento do serviço se configure num relevante vetor de incremento socioeconômico regional.

   24. O chefe do Legislativo baiano destaca ainda, no documento, a forte vocação para a agroindústria da região Oeste do Estado, através da pecuária e produção de grãos, como soja, milho, sorgo, “além de outras atividades que possuem alto valor agregado à economia da cidade”, a exemplo do algodão.

   25. Conforme anunciado em novembro pelo governador Rui Costa, o Governo do Estado antecipou aos 417 municípios baianos R$ 147,8 milhões que, de acordo com o calendário das transferências constitucionais, só seria repassado em janeiro. O valor foi depositado em atendimento a uma solicitação dos prefeitos baianos, que puderam contar assim com novos recursos para o fechamento das contas de 2017.

   26. O governo também antecipou aos municípios o aporte de R$ 89,6 milhões ao Fundeb – Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação, com recursos provenientes dos três impostos estaduais (ICMS, IPVA e ITD).

   27. A antecipação total de R$ 237,4 milhões foi possível após entendimento do Estado com o Banco do Brasil, e diz respeito à arrecadação estadual entre os dias 23 e 27 de dezembro. Em 3 de janeiro serão repassadas as cotas relativas à arrecadação dos impostos estaduais no dia 28 de dezembro, último com expediente bancário em 2017.

   28. Entre os grandes municípios do Estado, coube a Salvador o maior volume do ICMS antecipado: R$ 20,2 milhões. Outros repasses significativos contemplaram Feira de Santana (R$ 6,3 milhões), Vitória da Conquista (R$ 2,5 milhões), Itabuna (R$ 1,9 milhão), Ilhéus (R$ 1,7 milhão) e Juazeiro (R$ 1,7 milhão).

   29. “Tendo em vista o cenário econômico ainda muito desafiador para todas as esferas da administração pública, a antecipação reforça o caixa dos municípios na virada de ano”, afirma o secretário da Fazenda do Estado, Manoel Vitório. Ele ressalta o grande esforço do fisco estadual para manter o ritmo da arrecadação dos impostos estaduais, mesmo com a atual estagnação da economia.