terça-feira, 22 de agosto de 2017
Política

DIOCESE DE SERRINHA gradeia praça e causa indignação aos moradores

Quando o papa Francisco prega o diálogo e a aproximação da igreja com a população, a Diocse de Serrinha age na contra-mão
Tasso Franco , da redação em Salvador | 06/08/2017 às 19:02
Direito de ir e vir é cerceado pela Diocese
Foto: MF
   MIUDINHAS GLOBAIS:

   1. Um fato está chamando a atenção dos moradores de Serrinha, cidade situada no Nordeste da Bahia a 180 km de Salvador, o gradeamento de uma praça por parte da Diocese, certamente com autorização da Prefeitura Municipal, embora não haja na obra a placa do alvará, o que vai impedir o direito e ir vir dos cidadãos na rua principal da Praça Miguel Carneiro, em frente da catedral basílica. 

   2. No momento em que o papa Francisco prega o diálogo, a fraternidade, a união, a Diocese de Serrinha promove uma obra dessa natureza que sinaliza um isolamento.

   3. E mais: obra sem diálogo, sem conversar com a comunidade, com os moradores da praça e das ruas adjacentes, numa atitude pouco louvável. A grade já posta pela Diocese numa das áreas da praça (vide foto) fecha o acesso em frente a catedral daqueles motoristas que desciam da Rua Emiliano Santiago para A Manoel Novaes e outras passando-se pela frente da catedral.

   4. Em entrevista numa emissora de rádio de Serrinha, o bispo Assolari, teria comentado que gradeará a praça como o Campo Grande em Salvador, mas, todos sabemos que as ruas em frente ao Teatro Castro Alves passam veiculos e o Campo Grande tem um gradeamento na área somente da praça livrando-se inclusive o passeio para que os pedestres possam andar a qualquer hora.

   5. O projeto da Diocese de Serrinha ainda está inconcluso, mas, já há estrtuturas de ferro do outro lado da praça, inclusive invadindo a área de um casarão tombado pelo IPAC, onde também será posta uma grade, o que também vai impedir acesso de veiculos em frente à catedral de quem vem da Rua Jovino Franco.

   6. O que se espera dessa situação, antes que possam ocorrer demandas judiciais, é que a Diocese reanalisse o projeto, que cuide da praça se for o caso no âmbito somente da praça (como são o Campo Grande e a Piedade) e deixe a rua em frente á catedral livre, para a passagem de pessoas e veiculos como sempre foi desde a construção da Igreja Nova pelo padre Demócrito Mendes de Barro, na década de 1950.

   7. Que a Prefeitura de Serrinha desloque um fiscal para analisar uma situação dessa natureza, sem precedentes na cidade e até na Bahia. E que o Ministério Público faça o mesmo. Todos ficariam gratos. Agora, da forma que está feito é uma agressão à cidade e sua população;
                                                                       ***** 
   8. Oliciais militares da 41ª CIPM foram acionados pelo CICOM para conduzir à delegacia um candidato do concurso de soldados da Polícia e Bombeiros Militar realizado na manhã deste domingo (6), na Faculdade de Filosofia da Ufba, Federação, após iniciar um conflito na sala.
 
   9. Segundo informações do coordenador da unidade, o candidato não conseguiu terminar sua redação, pegou seus pertences, agarrou algumas folhas de respostas de outros candidatos e saiu correndo pelo corredor do local de prova.
 
   10. A estrutura de policiamento ostensivo montada para garantir a segurança aos candidatos e ao concurso facilitou a ação dos militares impedindo que o acusado fugisse. Ele foi conduzido para a delegacia para registro do fato juntamente com outros candidatos que se sentiram prejudicados e prepostos da empresa que organizou o certame.

   11. As folhas de respostas subtraídas foram recuperadas intactas, não havendo prejuízo para outros candidatos.

   12. Nas últimas semanas, muitas pessoas têm procurado as emergências do município com sintomas semelhantes: febre dores abdominais, diarrais, enjoos e mal-estar. Apesar de comuns nessa época do ano, doenças diarreicas agudas, causadas na maioria das vezes por rotavírus ou norovírus, têm apresentado uma média de casos acima da média nos últimos meses.

   13. De janeiro até o início de agosto desse ano, a Vigilância Epidemiológica (Viep) notificou cerca de 17.500 episódios do agravo em Salvador. Nos últimos três meses, observou-se um pico de casos das patologias, principalmente nas regiões do Cabula/Beiru, Itapuã e Barra/Rio Vermelho. "

   14. Historicamente, entre os meses de maio e agostos temos uma média de 2.800 casos dessa doença. Mas até o momento em 2017, já notificamos quase 5 mil ocorrências de diarreia aguda, que representa um crescimento de 58% nesse período", explicou Geruza Morais, diretora geral de Vigilância à Saúde de Salvador.

   15. De acordo com a gestora, para evitar a contaminação os indivíduos devem intensificar a higienização das mãos (se possível com álcool em gel) e alimentos com cuidado, além de vacinar as crianças de até 4 meses contra o rotavírus. 

   16. "O grande problema das diarreias é que elas podem causar desidatração severa, sobretudo em crianças que são menos resistentes. A orientação para o agravado é consumir bastante água e manter o repouso. Aqueles que não querem ficar doentes, precisam manter bons hábitos de higiene e no caso dos pequenos, buscar os serviços de saúde para imunização", finalizou.

   17. Neste domingo (6), o governador Rui Costa autorizou um convênio, no valor de R$ 4 milhões, firmado entre a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) e o município de Bom Jesus da Lapa. O objetivo é ampliar e reformar o hospital municipal Carmela Dutra e implantar novos serviços.

   18. De acordo com o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, serão construídas duas Unidade de Terapia Intensiva (UTI), sendo uma adulto e outra neonatal. "Além dos 20 leitos de UTI, implantaremos o serviço de hemodiálise na unidade, para atender os pacientes da região". Ainda segundo Vilas-Boas, o Estado implantará um Centro de Bioimagem, que contará com tomógrafo e raio-x.

   19. Na avaliação do governador Rui Costa, “essa intervenção transforma o hospital em uma unidade regional pronta para atender às necessidades do povo. Vamos trabalhar para, quem sabe, no ano que vem possamos ter a nova pista do aeroporto já pavimentada e uma estrutura ainda melhor para receber turistas do país inteiro, em parceria com a prefeitura e iniciativa privada", disse.

   20. O crescente número de protestos por parte da comunidade escolar que tem utilizado as redes sociais para denunciar as dificuldades enfrentadas pela rede municipal de ensino, motivou o   vereador Toinho Carolino (Podemos) a preparar uma agenda de visitas às escolas que apresentam maior precariedade em Salvador, a partir da próxima segunda ( 7 ).

  21.  “Precisamos nos mobilizar e exigir da Secretaria Municipal de Educação (SMED) soluções urgentes, principalmente para a regularização da Merenda Escolar, entrega do fardamento e do material  além da necessidade de intervenções na estrutura física da maioria das unidades.  Quem precisa da escola pública não agüenta mais e já protesta nas ruas. Essa semana foram dois dias de paralisação por falta de condições de aula”.

   22. Além dos problemas estruturais, Carolino alerta para a falta de comunicação entre a comunidade escolar e a SMED, que não tem informado sobre as providências que serão  adotadas na rede. “Outra preocupação é que a atual gestão ainda não apresentou uma proposta satisfatória de reajuste salarial para os professores e coordenadores, havendo sério risco de comprometimento do ano letivo com a continuidade das paralisações”.

   23. Ricardo Luz, gerente do Hotel Via dos Corais, localizado em Praia do Forte, está preparando uma novidade para o Dia dos Pais, comemorado este ano no dia 13 de agosto. Os papais vão poder participar da composição do menu, durante um almoço interativo surpresa. Esta é uma excelente oportunidade de desfrutar de um dos destinos mais procurados pelos turistas.

   24. 20. O deputado estadual Zó (PCdoB) usou a tribuna, nesta quarta-feira, 02, para questionar o que o Brasil e suas unidades federativas que são banhadas pelo Rio São Francisco estão fazendo pela revitalização do rio. O parlamentar ressaltou em discurso inflamado que a situação é crítica, pois afeta a economia e a vida de quem depende do manancial para sobreviver.
 
   25. De acordo com Zó a situação é de muita dificuldade. As incansáveis críticas aos ambientalistas e ao Frei Luiz eram consideradas radicalismo, “coisa de ambientalista, coisa de gente atrasada”, mas o que eles falavam virou realidade o rio São Francisco está em vazão de 500m³/s. Se soltar 700 m³/s o lago do sobradinho vai a zero em dois meses.
 
   26. Zó declara que somente o senador Otto Alencar e a comissão de Meio Ambiente da assembleia estão discutindo sobre o Rio São Francisco.