Colunistas / Tempo de Vinho
Maurício Ferreira

CUVELIER LOS ANDES: com o pé no velho mundo

Vamos as taças: Cuvelier Los Andres Cabernet Sauvingnon 2010; Cuvelier los Andres Grand Vin 2007; e Cuvelier Los Andres Grand Lambec 2008.
24/02/2015 às 19:36
  Caros leitores, inicialmente agradeço a todos pela excelente receptividade que esta modesta coluna obteve, o que vem a comprovar o grande interesse que o tema desperta. 

   De fato, o vinho vem se tornando a nova paixão nacional, sobretudo os vinhos sul-americanos. 

   Vinhos chilenos, argentinos e, por que não dizer, também os brasileiros, ocupam a preferência da maioria dos nossos consumidores, são simples de beber, bem estruturados, saborosos e se adaptam muito bem à culinária local, mas o que poucos sabem, é que muitos dos nossos rótulos preferidos têm um pé no velho mundo.

   Vinhos como o argentino Cheval des Andes ou os chilenos Almaviva e Clos Apalta, trazem o DNA de importantes produtores europeus, como o Cheval Blanc, Baron Phillippe de Rothschild e Chateau Sancerre, que lhe emprestam a experiência centenária dos grandes chateaux. 

   Sem subtrair as principais características do novo mundo, a consultoria de enólogos consagrados como Michel Rolland ou Roberto Cipresso estão sendo fundamentais no aprimoramento da viticultura sulamericana, o que pode ser confirmado pelas recentes avaliações de vinhos como os da renomada Achaval Ferrer e da nacional Bueno Wines, do comentarista esportivo Galvão Bueno, elevando o nível, a qualidade e o reconhecimento dos vinhos do novo mundo, mesmo nos rótulos mais em conta e não apenas nos top wines chilenos, bem mais caros.

   Para essa semana, escolhemos os vinhos da argentina Cuvelier Los Andes, produzidos pelos talentosos winemakers Bertrand e Jean Guy Cuvelier, com a sempre presente, consultoria de Michel Rolland, e degustados na companhia dos admiradores de vinhos portenhos, Carolina Soares e Igor Mattos. 

   Dando o tom de nossa matéria, a história da bodega Cuvelier Los Andes, cujos vinhedos se encontram na Cordilheira dos Andes, está diretamente ligada à região de Bordeaux, quando a família Cuvelier adquiriu no início do século passado os Chateaux Le Crock e  Leoville Poyferré, ambos  na região de Medoc, mas que, há alguns anos, resolveram expandir seus negócios para o novo continente.

   Agora, basta de conversa fiada e vamos as taças:

   Cuvelier Los Andes Cabernet Sauvignon 2010, varietal de cor vermelho intenso, quase negro, corpo médio e rico em notas de frutas negras, ameixas frescas, sem a presença de “compota”, que se mostra um excelente parceiro para carnes vermelhas e pratos pouco elaborados - quando um vinho deve ser, sobretudo, discreto. Frutado, com aromas secundários de relva, café e tostas intensas, possui um final duradouro e taninos bem presentes, indicando boa capacidade de guarda.  Com 60% envelhecido por 11 meses em barris de carvalho francês de segundo uso, seguramente pode ser comparado aos vinhos de preços bem superiores.

Cuvelier Los Andes Grand Vin 2007, excelente blend de cor vermelho rubi brilhante, onde se sobressai um inusitado corte bordalês, que privilegia o malbec em detrimento do estilo clássico (73% malbec, 19% cabernet sauvignon e 8% merlot), quase sem filtragem ou clarificação. O malbec andino utilizado suaviza o blend e serve para domar os taninos e tornar o vinho amigável e presente. Notas de amoras, cassis, especiarias exóticas, mentol e tostas revelam complexidade e elegância. 100% de guarda em carvalho francês e 18 meses de pouso, finalizam essa verdadeira preciosidade, pontuado com 92+ pelo rigoroso crítico Robert Parker. Para mim, o melhor da série!

   Cuvelier Los Andes Grand Malbec 2008, não à toa é considerado um dos melhores vinhos da Argentina. É produzido em vinhas situadas em grandes altitudes, que resultam em um vigoroso néctar vermelho intenso com reflexos grená, quase negro, com grande potencial de guarda. No nariz é vibrante e aromático, rico em notas de framboesa, cereja, mirtilo, cassis, tabaco, moca, chocolate amargo e tostas, tudo de maneira superlativa, porém elegante e equilibrado, combinando com a imponente estrutura alcançada nos 18 meses de guarda em carvalho francês de primeiro uso. Final de boca longevo e de grande persistência.

    Os vinhos da Cuvelier Los Andes podem ser encontrados na importadora Expand (www.adegaexpand.com.br),
a partir de R$ 128,00 e atualmente podem ser adquiridos com descontos de 50%, em uma promoção que vale até o final deste mês.