ter?a-feira, 18 de junho de 2019
Esporte

BAHIA leva gol irregular e pede para INTER 3x1, por ZÉDEJESUSBARRÊTO

O Inter chega ao Z4 e o Santos dorme como lider
ZédeJesusBarrêto ,  Salvador | 12/06/2019 às 23:57
Inter 3x1 Bahia
Foto: Gaúcha ZH
 O Tricolor levou um gol irregular na primeira etapa – validado pela arbitragem de vídeo, mesmo contrariando as imagens – descontrolou-se em campo e terminou levando 3 x 1 do Internacional, em Porto Alegre. Na segunda etapa, depois  de levar outro gol num frango do goleiro Douglas (que era o melhor em campo), o Bahia chegou a reagir, mas o Colorado se impôs em casa, numa noite brilhante do argentino D’Alessandro, que fez o terceiro e fechou o caixão.

 Com muitos desfalques, a equipe baiana não jogou bem, bem abaixo das partidas anteriores, e o resultado foi justo. Com o resultado, o Bahia dormiu em 7º lugar, com 14 pontos. Mas a rodada, derradeira antes da parada para Copa América, segue nesta quinta e pode modificar posições.   

*

  Com os desfalques por suspensão/cartões amarelos (Gregore e Artur) e lesão (Élber e Hernando), o treinador Roger Machado escalou :

      Douglas, Nino, Jackson, Lucas Fonseca e Moisés; Élton, Flávio (Rogério) e D. Augusto (Shaylon); Eric Ramires, Fernandão e Artur Caíke.

  No Inter: Lomba, Zeca, Roberto, Cuesta e Uendel; Lindoso, Nonato, Edenílson (Paatrick) e D’Alessandro;  Sóbis (Wellington) e Nico Lopes (Alves). Treinador, Odair Helmman.

No apito, Paulo Roberto Alves Jr., inseguro, vulnerável, problemático.

*

  Com a bola rolando...

  Vindo de uma derrota fora de casa, para o Vasco, o Colorado, empurrado pela galera, começou marcando forte desde o campo adversário, tentando empurrar o Bahia para trás, fazer pressão.  Com os desfalques, sem Gregore, o Tricolor sentia dificuldades na saída de bola e articulação de contragolpes, dando chutões.  Mas aos poucos o time de Roger foi se assentando, equilibrando.

  Aos 16’, após bola alçada por Nino, A. Caíke ganhou no alto e Fernandão perdeu a primeira chance clara de gol, não chegou bem na bola para finalizar.

  - Gol !  1 x 0 Inter. Aos 17’, do outro lado, após um erro de passe bisonho de Lucas, a bola foi alçada e Lindoso  empurrou para as redes, mas estava claramente impedido. O árbitro marcou a irregularidade mas foi chamado pelo VAR. Após, minutos e minutos de espera e tensão, os árbitros de vídeo validaram o gol, lá de cima, quando as imagens mostravam o impedimento claro, escandaloso.   Não deu pra entender.    

   O Bahia se desnorteou em campo.  Mas foi retomando o jogo, trocando passes, chegando.  Aos 28/30’, pressão total do Tricolor, o Inter se safando.  Aos 33’, Ramires tentou, deu rebote e Douglas encheu o pé, para fora.

  Aos 45’,  Sóbis e Nico  Lopes pararam em duas defesas espetaculares de Douglas, a queima-roupa. Aos 46’, D´’Alessandro tentou um lençol da entrada da área, Douglas salvou, elástico.  Na volta, cruzamento de Moisés e cabeçada de A. Caíke para defesa de Lomba.

  Bom jogo, igual na primeira etapa.  A decisão estranha dos árbitros de vídeo decidiu. Nem o Lindoso, que fez o gol, estava seguro de sua posição no lance decisivo. Decidiram lá de cima.

*

  Encolhido, chamando o Bahia, trocando passes rápidos na puxada do contragolpe foi a postura do Inter no começo da segunda etapa, melhor no jogo. O Bahia correndo muito sem achar a bola, errando passes. Aos 8’, por muito pouco Nico  Lopes não ampliou, a defesa baiana envolvida. Aos 13’, testada de Sóbis na pequena área e outra defesa providencial de Douglas.

  Cada passe errado na intermediária proporciona um contragolpe bem articulado do Colorado.

  - Gol ! 2 x 0 Inter, aos 17’. Depois de fazer defesas espetaculares, Douglas falhou num chute mascado  de Sóbis, da entrada da área. Tentou segurar a bola alta, descaindo, e ela escapou. Frango. Pecado. Vida de goleiro não é fácil.

  Aos 20’, Fernandão tentou e errou o alvo, por muito. Entrou Rogério, saiu Flávio – Roger arriscando, tentando. O Inter na moita, segurando. Shaylon no lugar de Douglas Augusto.

  - Gol ! 2 x 1, Fernandão, aos 31 min.  Balão na área, Caíke disputou com Lomba (que saiu muito mal), virou para o meio e Fernandão pegou de cara, diminuindo e, quem sabe, pondo o Tricolor de novo no jogo.

  Nada !

  - Gol ! 3 x 1, D’Alessandro, golaço, aos 36min, pegando de canhota uma bola rolada de fundo por Patrick, que envolveu fácil o becão Jackson na esquerda.

  Um Inter acomodado, gastando tempo, e um Bahia sem pernas e sem condições técnicas de buscar o empate.  Justo !

*

Destaques 

- D’Alessandro, 38 anos, o melhor em campo, o craque do jogo;  Edenilson comandou o meio campo, o experiente Sóbis na frente.

 - A despeito da falha clamorosa no segundo gol tomado, o goleiro Douglas fez defesas espetaculares no jogo. Nino e Moisés correram muito. O miolo de zaga inseguro, o meio campo perdido, Fernandão perdendo chances de marcar.

 - Destaque negativo para a arbitragem, vacilante e sobretudo a ação do VAR, estranha no primeiro gol em impedimento do Inter, cinco minutos com o jogo parado e uma decisão que contrariou o que as imagens mostravam.  

 
**

Outros jogos da rodada (fechada):

- Botafogo 0 x 1 Grêmio; Fortaleza 2 x 1 Cruzeiro; Santos 1 x 0 Corínthians; CSA 0 x 2 Flamengo

Amanhã, quinta:

 - Vasco x Ceará; Atlético Mineiro x São Paulo; Palmeiras x Avaí; Goiás x Athlético Paranaense

   Chapecoense x Fluminense.

*

  Mundial Feminino

  A Seleção Brasileira enfrenta a Austrália, às 13h (hora de Brasília), no estadio de La Mosson, em Montpellier / França, pela fase de grupos, classificatória, da Copa do Mundo de Futebol feminino.  Um adversário difícil, fisicamente mais forte, duelo tradicional. Parada dura.

  A alagoana Marta, eleita seis vezes a melhor do mundo, recuperada de lesão, deve ficar à disposição do treinador Vadão e pode entrar no jogo.