ter?a-feira, 25 de junho de 2019
Esporte

REAL MADRID X AL AIN decidem mundial dos clubes, por ZÉDEJESUSBARRÊTO

Decisão acontece no sábado depois e o Real Madrid é o favorito
ZedeJesusBarrêto , Salvador | 20/12/2018 às 08:50
Sueco Marcus Berg, do Al Ain
Foto: Marca

 

   Real Madrid e Al Ain, dos Emirados Árabes, decidem no sábado à tarde quem será o campeão do Mundial de Clubes da FIFA, em Abu Dabi.  A equipe espanhola é favorita e pode conquistar seu terceiro título consecutivo na competição, fato inédito.

*

  O Real chegou à final depois de derrotar, nessa quarta-feira, o Kashima Antlers, do Japão, por 3 x 1, com três gols do galês Bale e uma atuação destacada do lateral brasileiro Marcelo, autor de belos lances individuais e dois passes decisivos.

  Os japas até começaram melhor, mais acesos, bem arrumados, criando e desperdiçando algumas chances de gol, mas aos poucos os madrileños foram se impondo, até pela melhor qualidade técnica individual de sua equipe (Courtois, Sérgio Ramos, Modric, Benzema...)

*

  Antes de acabar o primeiro tempo, Bale tabelou com Marcelo e ficou de cara, não perdoou; bateu seco, cruzado e rasteiro, no canto.. No começo da segunda etapa, após lambança da zaga nipônica, Bale agradeceu o presente de papai noel e fez, de direita. Dois minutos depois, Marcelo, de meia, achou o galês livre  na área adversária, pela  canhota, e saiu o balaço, matando o Kashima, que perto do final conseguiu fazer o tal ‘gol de honra’.

*

  Vergonha, River !

  O adversário do Real Madrid é uma zebra árabe, raridade. O nome?  Al Ain, time desconhecido que surpreendeu e humilhou o campeão da Libertadores, o River Plate da Argentina, na terça-feira, mesmo com os sul-americanos ajudados descaradamente pela arbitragem. Nos 90 minutos, deu empate com o placar 2 x 2. Na cobrança das penalidades da marca penal, a zebra do deserto prevaleceu. Um chororô nos vizinhos do plata.

  Uma prova real, em campo, do futebol superado e decadente que estamos praticando pelos campos latino-americanos. No Brasil inclusive.

  Kashima x River Plate disputam o terceiro lugar, também no sábado.

 

**

  Copa América na Bahia

  Cinco jogos da competição continental – que acontecerá de 14 de junho a 7 de julho em gramados brasileiros – serão realizados na Fonte Nova. O Brasil, que estreia na abertura, dia 14, no Morumbi, joga em Salvador no dia 18.  O encerramento será no Maracanã.

  A Conmebol definiu as 12 seleções que estarão na disputa: Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai, Chile, Bolívia, Peru, Colômbia, Equador e Venezuela – os sul-americanos; mais dois convidados: Japão e Catar.

 Os confrontos serão decididos por sorteio, dia 24 de janeiro.

**

 Baianos na fita

 O canoísta olímpico Izaquias Queiroz  e a nadadora Ana Marcela  estão entre os melhores atletas do ano, agraciados pelo Comitê Olímpico do Brasil. A premiação aconteceu no Rio de Janeiro.

   Izaquias recebeu o seu terceiro troféu; já fora premiado em 2015 e 2016. Ana Marcela foi premiada anteriormente em 2015.

 

**

  Rei e rainha  

  Destaco neste final de ano dois grandes atletas.

  Marta, seis vezes escolhida como a melhor jogadora de futebol feminino do mundo, a nossa Rainha (ao lado do Rei Pelé). A cabocla alagoana joga demais, faz tempo, em altíssimo nível.   

  E Falcão, do futebol de salão, fechando a gloriosa carreira. O que esse moço fez com a bola em quadras do planeta é coisa de cinema. Nosso Pelé do Salão.  

**

  O Messi do Barça

  Tá certo, CR-7 faz gols, Neymar desconcerta, Modric se desdobra...  mas eu gosto mesmo de ver jogar é o baixinho do Barcelona,  um  tal de Messi (não o ‘la pulga’ da seleção argentina).

  O que esse catalãozinho hermano faz em campo é admirável. Visão de jogo, passe, posse, domínio, proteção e controle de bola, poder de finalização, inteligência, velocidade, drible, percepção coletiva, competitividade ...  dá gosto ! Há tempo é, disparado, o melhor do mundo. Digo-lhe mais: sem sombra.