ter?a-feira, 25 de setembro de 2018
Esporte

SAMPAIO CORREIA cala Fonte Nova e é campeão do NE, p/ ZÉDEJESUSBARRÊTO

Bahia decepciona torcida e perde chance de ser bi
ZédeJesusBarrêto ,  Salvador | 07/07/2018 às 20:22
Bahia 0x0 Sampaio
Foto:
  Sampaio é o campeão

   Da Copa do Nordeste

 

   Com extrema bravura, muita manha, sem se intimidar, com boa dose de sorte e um sistema defensivo eficiente, o Sampaio Correia empatou com Bahia na Fonte Nova (0 x 0) e conquistou o título de Campeão do Nordestão/2018.

  A equipe chamada de Bolivia pelos seus torcedores, pelas cores da camisa (vermelho, amarelo e verde), o ‘tubarão’ maranhense fez a festa em gramados baianos. Eliminou o Vitória da competição e superou o Bahia na final.  Todos os louvores para os atletas valorosos da ‘terra do reggae’, São Luis do Maranhão.  

*

   Festa pré-jogo

  - Belíssima, emocionante a festa da torcida com a chegada do ônibus do Bahia descendo a Ladeira da Fonte das Pedras para entrar no estádio. A multidão cercando, acompanhando o ônibus, cantando o hino do clube. Arrepia.

  - Dentro do estádio, cheio, 45 mil pessoas, e antes de a bola rolar, o show de Pisirico.  

     Já em campo ...   

*

  Bola rolando

  Um primeiro tempo que começou tenso. Os tricolores baianos nervosos e os maranhenses querendo surpreender.  Aos poucos, o Bahia acalmou e tomou as rédeas da partida, jogando no campo adversário, forçando.  O Sampaio fechado, fazendo faltas, matando as jogadas, gastando tempo, forçando o cai-cai, disputando cada lance com muita raça. A torcida querendo mais, o relógio girando e os atletas em campo intranquilos. Cadê o gol?

  O Bahia, na pressão, até teve chances, com Tiago, Régis e Ze Rafael duas vezes. Mas quando acertou o chute na meta apareceu bem o bom goleiro Andrey (o melhor da competição), segurando o zero na primeira etapa.  O placar favorecia o Sampaio Correia, que venceu (1 x 0) em São Luiz.

*

  Mesmas equipes de volta dos vestiários. E o mesmo panorama em campo. Muita transpiração, muitas faltas, jogo truncado como os visitantes queriam, e o tempo passando, a torcida em agonia. Cadê inspiração? Vinícius, meia, no lugar de Flávio, lateral-apoiador. E haja anti-jogo por parte dos nortistas! Oito atletas do Sampaio Correia com cartões amarelos por faltas seguidas. Aos 27’, Allione no lugar de Régis. Brumado no lugar de Elber.

   O Bahia foi inteiro ao ataque, já desordenadamente, e se abriu ao contragolpe. Ficou perigoso. E o tempo passando. Aos 45’, mais um cartão amarelo e Uilliam expulso.  Aos 46’, Andrey salvou uma cabeçada no canto. Aos 50’, novamente Andrei salvou arrojando-se nos pés de Brumado, na pequena área.  

 Deu Sampaio Correia, em plena Fonte Nova lotada e tricolorida.  E olha que a equipe fez uma viagem cansativa (São Luis/Brasília/Aracaju/Salvador), de avião e buzu. 

Parabéns Maranhenses !

 

**

   Destaques:

   Mais uma  vez decisiva a atuação do ótimo goleiro Andrey; calma, reflexos, rapidez, eficiente nas bolas alçadas. A zaga é segura: Joécio e, melhor ainda, o baiano Maracás, capitão do time. Bom lateral esquerdo Álison, alto, rápido; e o centroavante Uílliam, baiano, jovem, buliçoso.

 Excelente o trabalho no banco do treinador Roberto Fonseca.   

 Um título merecido, sim.

   No Bahia, a incompetência ofensiva predominante. O time peca demais nas finalizações e não joga em profundidade. Muito a fazer.  O treinador Ênderson Moreira disputou quatro  jogos e ainda não convenceu. Time que não faz gol não vence.