ter?a-feira, 18 de dezembro de 2018
Economia

Professor da Estácio orienta como agir na hora de fazer compra online

Especialista orienta que o consumidor deve, além de pesquisar preços, consultar no site do Procon se há registros de reclamações de clientes em relação aos produtos ou serviços
Da Redação , Salvador | 08/08/2018 às 12:03

Salvador, 08 de agosto de 2018 – O direito ao arrependimento é assegurado ao consumidor que compra um produto fora do estabelecimento comercial. Por isso, quem comprar o presente para o Dia dos Pais em sites de comércio eletrônico, catálogos, revistas ou mesmo em programas de televendas tem até sete dias para se arrepender. Ao devolver o produto nesse prazo, considerando a data do recebimento, terá o dinheiro de volta. O alerta é do professor de Direito do Consumidor do Centro Universitário Estácio da Bahia, Wiverson de Oliveira.

O professor Wiverson lembra ainda que é importante ficar atento ao prazo de entrega da mercadoria. “Em se tratando de produtos que serão entregues em domicílio, é interessante exigir do fornecedor uma garantia da data de entrega, para não receber o presente depois do Dia dos Pais”, diz. O especialista orienta que o consumidor deve, além de pesquisar preços, avaliar se a empresa, da qual ele está comprando, tem qualidade e confiabilidade. “É melhor escolher quem tem habitualmente uma política de respeito ao consumidor. Brigar por preço é importante, no entanto, no pós-venda, a rede de assistência técnica e a credibilidade de um fornecedor são essenciais”, alerta o professor.

Antes de comprar bens duráveis, por exemplo, vale a pena consultar o site do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor – Procon (http://www.sjcdh.ba.gov.br/ procon.htm), no qual há registros de reclamações de clientes. Se a empresa é alvo de queixas frequentes em relação a produtos ou serviços, o presente do papai pode se transformar em um problema. Anualmente, o Procon divulga uma lista das empresas campeãs no ranking de reclamações. O Código de Defesa do Consumidor (CDC) assegura que o cliente tem um prazo de 30 dias para reclamar no caso de avarias em produtos não duráveis e 90 dias em produtos duráveis.

“O estabelecimento comercial tem 30 dias para resolver o problema do cliente. Se isso não ocorrer, o consumidor pode exigir a substituição do produto por outro semelhante, a devolução do dinheiro atualizado e corrigido ou um desconto no preço, para ficar com o produto avariado”, afirma o profissional. Ele alerta ainda: “Se o problema for grave ou se tratar de produto essencial, o consumidor pode exigir, imediatamente, uma das três prerrogativas elencadas, sem precisar esperar os 30 dias”.
 
Sobre a Estácio:
 
A Estácio, um dos maiores e mais respeitados grupos do setor educacional do Brasil, atua há 48 anos no segmento de ensino superior. Estamos presentes em 23 estados e no Distrito Federal, por meio do ensino presencial, e em todo o Brasil com o EaD, contando com mais de 500 mil alunos matriculados.
 
O Grupo Estácio oferece cursos de Graduação e Pós-graduação (lato sensu e stricto sensu), além de soluções corporativas e cursos de extensão. Apostamos na tecnologia e na inovação como diferenciais para aprimorar o aprendizado e mantemos nossos currículos alinhados com as necessidades do mercado de trabalho. A busca constante pela qualidade acadêmica e os investimentos na área de ensino geraram ótimos resultados nos últimos anos. Nossas instituições e cursos e são reconhecidos pelo MEC com elevados conceitos de qualidade.
 
Em 2018, momento em que a educação básica passa por importantes transformações, o Grupo lançou o Ensino Médio com o objetivo de apresentar uma alternativa inovadora focada no desenvolvimento de habilidades e competências. Além da preparação para o ingresso na universidade, a Escola Estácio irá oferecer formação profissional técnica para os estudantes de Ensino Médio, com foco no mercado de trabalho.
 
Atuante em projetos que contribuem para o desenvolvimento social e cultural do País, a Estácio promove o Programa  de Responsabilidade Social Corporativa Educar para Transformar. O programa, que apoia iniciativas em cinco pilares - Esporte, Escola, Cidadania, Cultura, Inovação e Empreendedorismo – reflete o compromisso do Grupo Estácio de oferecer uma educação acessível e de qualidade e, assim, gerar um impacto positivo para a construção de uma sociedade mais justa.