ter?a-feira, 18 de junho de 2019
Direito

MODELO DO CASO NEYMAR esfaqueou o marido em 2014 segundo BO

Advogada Yasmin Pastore Abdalla também deixou de representar a modelo (Com informações dos sites nacionais e noticias do Estadão, Record e IG)
Da Redação , Salvador | 06/06/2019 às 17:35
Neymar e Najila
Foto:
Najila Trindade Mendes de Souza é a mulher que acusa Neymar de estupro. Ela vinha sendo representada pela advogada Yasmin Pastore Abdalla, que deixou o caso nesta quinta-feira (6). As informações são da colunista Sonia Racy, do Estadão.

Na última quarta (5), Najila já havia constituído um novo advogado Danilo Garcia de Andrade, que havia sido convidado por Yasmin para assessorá-la. Antes dela, a garota chegou a ser representada pelo advogado José Edgar Bueno, que também deixou o caso.

ESFAQUEOU MARIDO

A modelo de 26 anos Najila Trindade Mendes de Souza, que está acusando Neymar de ter cometido estupro, agrediu o marido com uma facada em 2014. Na época, o marido da jovem, Estivens Alves, deu entrada no pronto socorro por causa dos ferimentos, que teriam acontecido durante uma briga entre o casal. 

A informação foi dada pelo Balanço Geral, da TV Record, que conseguiu acesso a um boletim de ocorrência. A acusadora de Neymar foi procurada pela polícia após as autoridades não conseguirem contatar a jovem. Em sua defesa, ela alegou que apenas se defendeu de uma agressão sofrida pelo marido.

Estivens, por sua vez, deu entrada no Pronto Socorro do Hospital do Campo Limpo, na Zona Sul de São Paulo.  A informação da suposta facada dividiu opiniões, fazendo muitas pessoas ficarem contra  Najila no caso Neymar. 

APARTAMENTO BNÃO FOI ARROMBADO

Najila Trindade, a mulher que acusa Neymar de estupro, afirmou por meio de sua advogada nesta quinta-feira que não compareceria ao depoimento na delegacia por estar abalada por ter tido seu apartamento invadido na quarta. No entanto, à ESPN, a dona do imóvel Verena Fiori, que aluga o apartamento para Najila, afirmou que ela mentiu.

"Sobre o arrombamento do imóvel: isso é mentira. A empregada deixou a porta aberta de propósito e as câmeras de segurança do prédio pegaram", afirmou.

"A polícia foi acionada e a empregada foi intimada a depor. A administração do edifício vai fazer um boletim de ocorrência também", completou