segunda-feira, 24 de setembro de 2018
Direito

SALVADOR: Dez salões de beleza são notificados em operação da Codecon

Apesar de ser compostos por elementos químico de uso tópico, os esmaltes sofrem reações químicas, cada vez que o vidro é aberto ou quando é agitado, por isso, tem vida útil limitada.
Da Redação , Salvador | 10/03/2018 às 11:56
Fiscalização nos salões de beleza
Foto:

No mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, agentes da Diretoria de Ações de Proteção e Defesa (Codecon), órgão vinculado à Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), realizaram, nesta quinta-feira (09), uma vistoria nos salões de beleza da região do Imbuí, como parte da Operação “De Olho no Salão”. Somente nesta ação, foram entradas irregularidades em 10 dos 15 estabelecimentos visitados.

Foram emitidas 10 notificações, além de um auto de infração por prazo de validade vencido. Ao todo, foram destruídos (805ml de esmaltes, 308ml de cremes). Foi verificada a validade de produtos como esmaltes, shampoos, condicionadores, tintas para cabelo, bem como verificar se os estabelecimentos possuem tabela de preço dos produtos e o exemplar do Código de Defesa do Consumidor.

Apesar de ser compostos por elementos químico de uso tópico, os esmaltes sofrem reações químicas, cada vez que o vidro é aberto ou quando é agitado, por isso, tem vida útil limitada. Caso receba um esmalte vencido, há possibilidades de o cliente desenvolver alergia ao produto, que pode ter sua composição química alterada ou limitada, e, por isso, é feita a destruição desses produtos.

Irregularidades - Desde o início da operação, no dia 6 de março, a Codecon visitou 29 estabelecimentos, sendo que 20 estavam em situação irregular. Foram emitidas 14 notificações por motivos diversos, além de nove autos de infração, sobretudo por prazo de validade vencido. Na ação, foram destruídos cerca de 2,2 litros de esmaltes vencidos e aproximadamente 9 litros de cremes/tintas para cabelo fora da validade.