terça-feira, 17 de outubro de 2017
Direito

Marly Barreto toma posse como procuradora de Justiça no MP/BA

Com informações do MP
Da Redação , Salvador | 11/10/2017 às 21:52
Marly Barreto
Foto:
Em sessão solene do Colégio de Procuradores de Justiça realizada hoje, dia 11, a promotora de Justiça Marly Barreto de Andrade foi empossada no cargo de procuradora de Justiça do Ministério Público do Estado da Bahia. Na cerimônia realizada na sede do CAB, ela recebeu a ordem do mérito do MP das mãos de seu filho César Barreto Nunes, acompanhada do diploma, entregue pela sua mãe Marieta Barreto de Andrade e sua sobrinha Carla Andrade Barreto Valle. Promovida ao cargo pelo critério de antiguidade, Marly Barreto, em seu discurso de posse, agradeceu a presença de todos e fez uma retrospectiva da sua infância no Recôncavo baiano e de sua atuação nas comarcas por onde passou. “Muitas geografias humanas me esperavam além do Recôncavo. 

Eram os ventos da pedagogia social, pois quem disse que o promotor de Justiça já é formado? Ele é sujeito de uma aprendizagem diferenciada, enquanto representa os interesses coletivos, defende a sociedade e coloca o seu múnus a serviço da justiça social”, disse ela.Marly Barreto ressaltou também que o promotor de Justiça assume no Ministério Público um cuidado transgeracional com a família humana, pois é “impossível garantir direitos, sem uma visão interdisciplinar e sem agregar todos os atores sociais, afinal, o futuro é esculpido coletivamente”.

A procuradora geral de Justiça Ediene Lousado parabenizou a empossada, declarando que está absolutamente segura de que a posse de Marly Barreto é baseada em um merecimento tão indiscutível quanto à sua antiguidade. “Profissional dedicada (talvez seja melhor dizer devotada) há mais de 20 anos à intransigente defesa da criança e do adolescente, a empossada construiu a sua antiguidade em explícito merecimento”. 

A PGJ reforçou ainda que, com a chegada da nova integrante, ganha o Colégio de Procuradores de Justiça do Ministério Público e toda sociedade baiana.  Marly Barreto foi conduzida ao cargo pelo corregedor-geral Marco Antônio Chaves da Silva e pela procuradora de Justiça Nívea Cristina Pinheiro Leite. A promotora de Justiça Janina Schuenck Brantes Sacramento, presidente da Associação do Ministério Público do Estado da Bahia (Ampeb), também saudou e parabenizou a nova procuradora de Justiça.

A mesa do evento foi composta pela procuradora Geral de Justiça Ediene Lousado; pelo corregedor-geral do MP Marco Antônio Chaves da Silva; pela desembargadora Nágila Maria Sales Brito, representando a presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, desembargadora Maria do Socorro Barreto Santiago; pelo deputado federal Benito Gama; pela procuradora de Justiça empossada Marly Barreto de Andrade; pelo procurador-chefe do Ministério Público Federal na Bahia, Fábio Conrado Loula; pelo procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho na Bahia, Luis Carlos Gomes Carneiro Filho; pela defensora pública Cristina Ulm, representando o defensor público geral Clériston Cavalcante de Macêdo, a presidente da Ampeb, promotora de Justiça Janina Sacramento, e o secretário-geral do MP, procurador de Justiça Aurisvaldo Melo Sampaio.