terça-feira, 22 de agosto de 2017
Direito

ESTUPRO COLETIVO: Caso ‘New Hit’ deverá ser julgado na próxima terça

Caso aconteceu em 2012 na cidade de Ruy Barbosa
Da Redação , Salvador | 10/08/2017 às 18:08
Banda "New Hit" não existe mais
Foto: DIV
   Após adiamento deveão ser julgados, na próxima terça-feira (15), os recursos judiciais dos nove músicos da banda de pagode ‘New Hit’ no caso de estupro coletivo em Ruy Barbosa, na Chapada Diamantina. Em maio de 2015, todos os suspeitos foram condenados a 11 anos e oito meses de prisão. 

   Os réus aguardam o julgamento dos pedidos em liberdade. De acordo com o advogado Alfredo Venet, defensor do ex-vocalista da banda, Eduardo Martins, a nova audiência trata-se de um recurso de apelação que pode alterar ou manter a sentença inicial.

O caso

De acordo com o Ministério Público, no dia 26 de agosto de 2012, no centro da cidade de Ruy Barbosa, na Chapada Diamantina, os integrantes do extinto grupo de pagode ‘New Hit’ teriam abusado sexualmente de duas adolescentes que tinham 16 anos à época, ambas da cidade de Itaberaba. O estupro teria ocorrido após os músicos receberem as jovens para sessão de fotos no ônibus da banda. Jornal da Chapada com informações de Bocão News.