Colunistas / Cinema
Diogo Berni

BONS FILMES PARA VOCÊ CURTIR NO FINAL DE SEMANA

Veja opiniões de nosso comentarista
29/10/2011 às 08:03
Foto: DIV
A atriz Juliana Moore em cena de "Direito de Amar", filme de Tom Ford
  Paraíso a Oeste, do Costra-Gavras 2009 França, é um drama que muitas vezes se dissolve em comédia pelas situações em que o protagonista, que é um imigrante da costa norte africana se esbarra.
 
  Se passando em funcionário de um resort que fica em frente a uma praia de nudismo no litoral francês. Lá ele conhece, além de algumas mulheres carentes e belas, um ilusionista que o promete emprego em Paris.

  Imagina: um cara sem perspectiva nenhuma pra nada que foge de m enferrujado barquinho da África em meio a chuvas, tempestades deixando mortos alguns amigos de infância por esse tortuoso caminho, e aí vem um mágico e diz que vai arrumar trampo pro cara, mas é claro que ele acredita no tal mágico e vai a Paris atrás dele.

  O final do filme é dramático assim como é a estória de imigração daqueles lados. Dramático, porém magnífico, pois quando chega à cidade luz, apesar de tomar um fora do mágico, ele já está em outra realidade de fato, e lá se vira como pode e saindo de regimes de ditadura do seu país de origem e conhecendo de fato a sua liberdade, tudo vira lucro.

  Emocionante película que nos mostra que dar o primeiro passo é mesmo um "primeiro passo" e talvez o mais importante.
                                                                     ** 
  Contra parede, dirigido e roteirizado pelo turco Fatih Akin 2004, trata-se de uma visceral película produzida pelo leste Europeu de boa qualidade.

  O enredo conta a estória de um casamento arrumado para fugir da imigração entre um alemão e uma turca em Berlim. O alemão além de ser "um porra louca total" era turco, e a turca que inicialmente era uma anja passou a entrar nas barcas do seu marido arrumado e é aí que a película começa a tornar-se interessante, pois o alemão que dizia dana-se a todos e tudo passou a sentir algo pela turca anja, a se apaixonar, que a essa altura ela já dava pra meia Berlim.

  Mais um filme com uma boa e simples estória de um cara bêbado, desempregado, revoltado e uma menina guiada por sua família e quando ela se chega à fase adulta não sabe o que fazer da vida, juntando-se então por via ou circunstância ao primeiro maluco a querê-la.

   Bom roteiro, sempre com situações que esses dois personagens ficam contra parede: ora por seus temperamentos ora por temperamentos dos outros ou dos meios que arrumam para resolverem seus problemas. Contra parede esclarece e assina abaixo um jargão batido, porém certo até hoje: como os opostos realmente se atraem.
                                                                 ** 
  O castelo animado do Hayao Miyazaki 2004 (Japão- EUA) é uma animação japonesa muito bem feita e com um roteiro não só para criança ver. Mexe com magia, e mexe também com o tema da "velhice" que algumas pessoas com pouca idade carregam dentro de si e por contraponto a juventude de pessoas que tem mais idade carregam dentro de si. Assim como no filme é a vida: você escolhe se quer ser novo ou velho. Tudo é uma questão de espírito.
                                                                       **
  Direito de amar, dirigido pelo estreante Tom Ford 2009 (EUA) foi um filme revisto por mim depois de algum tempo. Da segunda vez que assisti absorvi da película coisas dantes não vistas na primeira ocasião. O filme conta o relacionamento acabado entre dois homossexuais graças a um acidente de carro.

  Aí o que fica vivo quer morrer o tempo todo no filme. Sinceramente não gostei, achei muito down, pra baixo, e por isso não recomendo.
 
  Quando escrevo que absorvi um pouco mais do filme agora do que em comparação há em tê-lo visto dois anos nos cinemas foi pelo fato de ver a película com menos preconceito, mas com algum ainda, confesso.

  Ainda assim com meu preconceito machista lapidado durante esses dois anos, acho ainda que existam películas melhores que trate do assunto: causas de amor perdido por morte. É uma opinião totalmente subjetiva minha, visto que esse filme teve duas indicações ao Globo de Ouro, então se ficou curioso alugue-o e tire suas próprias conclusões.