quarta-feira, 24 de abril de 2019
Cultura

Socialite pede desculpas e diz que negras usavam roupas de baianas

Veja post de Donata Meireles no Instagram
Da Redação , Salvador | 10/02/2019 às 11:28
Donata usou rosas brancas no post
Foto:
A festa de 50 anos da socialite e diretora da Vogue Brasil, Donata Meirelles causou polêmica nas redes sociais. Pelas fotos, a comemoração parecia ter uma temática escravocrata e até tinha "trono de sinhá" para que os convidados tirassem fotos ao lado de mulheres vestidas de escravas, que ficavam com abanadores. Após a repercussão negativa, Donata disse que foi mal interpretada e pediu desculpas.

Com a presença de famosos e um show de Caetano Veloso, a socialite festejou o aniversário no Palácio da Aclamação, em Salvador, Bahia. Depois de suas fotos circularem pela internet, Donata Meirelles explicou que se tratavam de mulheres vestidas de baianas e que a cadeira representava o candomblé.

"Como era sexta-feira e a festa foi na Bahia, muitos convidados e o receptivo estavam de branco, como reza a tradição. Mas vale também esclarecer: nas fotos publicadas, a cadeira não era uma cadeira de Sinhá, e sim de candomblé, e as roupas não eram de mucama, mas trajes de baiana de festa", explicou.

POST DO INSTAGRAM

donatameirelles
Ontem comemorei meus 50 anos em Salvador, cidade de meu marido e que tanto amo. Não era uma festa temática. Como era sexta-feira e a festa foi na Bahia, muitos convidados e o receptivo estavam de branco, como reza a tradição. Mas vale também esclarecer: nas fotos publicadas, a cadeira não era uma cadeira de Sinhá, e sim de candomblé, e as roupas não eram de mucama, mas trajes de baiana de festa. 

Ainda assim, se causamos uma impressão diferente dessa, peço desculpas. Respeito a Bahia, sua cultura e suas tradições, assim como as baianas, que são Patrimônio Imaterial desta terra que também considero minha e que recebem com tanto carinho os visitantes no aeroporto, nas ruas e nas festas. Mas, como dizia Juscelino, com erro não há.