quarta-feira, 18 de outubro de 2017
Cultura

Prêmio Braskem de Teatro destaca os melhores nas artes cênicas baiana

Com Secult
Da Redação , Salvador | 20/04/2017 às 11:40
Rebola
Foto: BAPress

‘Rebola’ e ‘Avesso’ são os vencedores nas categorias Espetáculo Adulto e Espetáculo Infantojuvenil, respectivamente, da 24ª edição do Prêmio Braskem de Teatro, patrocinado pela Braskem e pelo Governo do Estado, por meio do Fazcultura. A cerimônia de entrega dos troféus, que escolheu os destaques do teatro baiano em 2016, foi realizada na noite de quarta-feira (19), no palco principal do Teatro Castro Alves (TCA), em Salvador.

Um momento inesperado marcou a noite. Alisson de Sá, vencedor da categoria Revelação, pela direção do espetáculo ‘Malva Rosa’, aproveitou o palco para fazer o pedido de casamento para sua noiva Rafaela. Outro ponto alto foi a homenagem aos funcionários do Teatro Castro Alves, que teve os seus 50 anos como tema central da cerimônia. Com a direção artística de Márcio Meirelles, a história do TCA foi recontada num espetáculo, que uniu diversas linguagens artísticas, como música, teatro e audiovisual.
 
‘Pariré’, de Vitoria da Conquista (sudoeste), foi a escolhida na categoria Espetáculo do Interior. O troféu de Direção ficou com Rino de Carvalho, por ‘Mágico Mar’, e Daniel Arcades venceu pelo texto de ‘Rebola’. Igor Epifânio conquistou a estatueta na categoria Ator, por seu desempenho na peça ‘Egotrip’, e Simone de Araújo foi escolhida melhor Atriz por ‘Mágico Mar’. Os vencedores das categorias de melhores espetáculos Adulto, Infantojuvenil e do Interior receberam R$ 30 mil, e os contemplados nas outras seis categorias, R$ 5 mil, cada, além de troféus.
 
“Mais do que um reconhecimento para o trabalho de artistas e técnicos envolvidos na produção teatral baiana, o Prêmio Braskem de Teatro, ao longo desses 24 anos de realização, se consolidou como uma referência para as artes cênicas no estado, o que resulta em uma grande realização para todos nós”, afirma o gerente de Relações Institucionais da Braskem na Bahia, Helio Tourinho. O Prêmio Braskem de Teatro é uma realização da Caderno 2 Produções.
 
A trilha sonora do espetáculo foi executada ao vivo pelos músicos da Orquestra Castro Alves (OCA), que integra o Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia (Neojiba), com a participação da cantora Manuela Rodrigues. A entrega dos troféus de cada categoria foi permeada pela exibição de vídeos que lembravam momentos memoráveis, que ocorreram no palco ou nos bastidores do Castro Alves ao longo das últimas cinco décadas. O evento ainda homenageou os atores Fernando Fulco e Nadja Turenkko, falecidos em 2016.
 
No total, foram avaliados 53 espetáculos adultos e infantojuvenis baianos considerados profissionais e inéditos, que estiveram em cartaz em Salvador no período de 1º de abril a 18 de dezembro de 2016. A indicação e a escolha dos vencedores ficaram a cargo da comissão julgadora, que nesta 24ª edição foi composta por Bertho Filho, ator, diretor teatral e dramaturgo; Gordo Neto, ator, diretor teatral e autor; Hilda Nascimento, diretora teatral, preparadora corporal e educadora; Jackson Costa, ator e apresentador e Kátia Borges, jornalista e doutoranda em Literatura e Cultura pela Universidade Federal da Bahia (Ufba).