ter?a-feira, 19 de mar?o de 2019
Bahia

Cultura e fé levam multidão às ruas de Lauro de Freitas

Multidão compareceu ao cortejo em homenagem a Santo Amaro de Ipitanga
Mara Campos , Lauro de Freitas | 12/01/2019 às 16:07
Cultura e fé levam multidão às ruas de Lauro de Freitas em reverência a Santo Amaro de Ipitanga
Foto: divulgação

A ala das baianas com seus jarros de água de cheiro ornamentados abriu o cortejo em homenagem a Santo Amaro de Ipitanga neste sábado (12), deixando um aroma de alfazema por onde passava. A tradição levou às ruas do centro de Lauro de Freitas movimentos culturais, religiosos e políticos para caminhar lado a lado numa demonstração de devoção e fé ao padroeiro da cidade.

A prefeita Moema Gramacho fez todo o percurso a pé e recebeu o carinho da população. “Ela é muito atenciosa, veio aqui em casa me dar um abraço”, disse Helena Souza, de 58 anos. Para a gestora o momento é de efervescência cultural com a presença de vários campos das artes na caminhada. “São os artistas da terra, o teatro, a dança, a música, as baianas que são nosso patrimônio imaterial, nesse desfile cívico popular, lindo. Todos se fizeram presente com muita alegria e devoção. O calor humano é incrível”, destacou Moema.

Em todo trajeto famílias disputavam espaço na sacada de suas janelas para ver o cortejo passar. “Todos os anos assisto aqui sentada na minha varanda, já não posso mais caminhar, mas expresso minha fé em Santo Amaro mesmo assim”, disse a aposentada Raimunda Coutos, de 82 anos, enquanto as crianças e adolescentes do grupo Sementes da Raça jogavam capoeira, tocavam berimbau e dançavam o maculelê.

São 411 anos de devoção e história da cidade. Pelas ruas do Centro milhares de pessoas mantiveram viva a tradição de lavar as escadarias da Matriz, ato que há mais de quatro décadas é passado de pais para filhos no município. “Mais uma festa linda em nossa jovem cidade, mas com uma tradição secular. Nosso município cresceu e se desenvolveu em torno dessa igreja e nosso dever é manter essa cultura sempre viva e presente. Aqui estão reunidas hoje várias representações de Lauro de Freitas, de movimentos culturais, cívicos a religiosos”, declarou o secretário da Cultura e Turismo, Manoel Carlos.

Embalados pelos tambores do Bankoma, pela batida da fanfarra Renovação da Bahia e pela cadência de outros 15 grupos, a população contemplava a cultura local passar, representada pelo movimento das danças folclóricas, e com a presença de Mestres da Cultura, como Dona Aideê, Dona Badinha e Artêmio da Luz, com seus pernas de paus. "Não tem cansaço, todos os anos estaremos aqui para fazer essa festa para Santo Amaro", disse Dona Aideê.

Além da população, a presença de políticos como as deputada estadual Fabíola Mansur, federal Lídice da Mata, do ex-secretário estadual de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social Carlos Martins, vereadores e secretários municipais prestigiaram a festa.

 

MISSA E PROCISSÃO


Nesta terça-feira (15), data oficial da festa de Santo Amaro, as celebrações serão iniciadas logo cedo com alvorada às 6h, missa campal na Praça da Matriz às 8h celebrada pelo bispo auxiliar dom Estevam dos Santos, seguida de carreata com a imagem do santo até a comunidade de São Pedro, no Joquei Clube. À tarde, às 16h30, a imagem volta em procissão até a Praça da Matriz onde será celebrada mais uma missa.  À noite, 20h, louvor e adoração ao santo tomarão conta da Praça da Matriz com show de padre Alessandro Campos.