ter?a-feira, 25 de setembro de 2018
Bahia

Secretaria da Educação entrega nova sede de colégio em Ibipitanga

Secretário também visitou escolas em Boquira e Macaúbas
Da Redação ,  Salvador | 08/07/2018 às 11:36
Ibipitanga
Foto:

A Secretaria da Educação do Estado inaugurou, neste sábado (07), a nova sede do Colégio Estadual de Ibipitanga. A unidade conta com salas de aulas amplas, laboratórios, área recreativa e uma quadra poliesportiva coberta. A entrega da unidade contou com a presença de toda a comunidade escolar, estudantes, gestores, professores e do secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro.

“Entregamos mais um prédio, mas, mais do que isso, também, nós discutimos com a comunidade escolar a introdução de novos programas, o eixo pedagógico, o novo perfil de oferta da rede com a chegada de novos projetos, como o e-Nova Educação. Esta é uma escola que nasce nova duas vezes: na estrutura física e com as novas ofertas. Agora, na rede, vamos ter diversas ofertas para curso pleno, cursos de curta duração, para Pronatec, Mediotec, Prosub, Proeja, formação regular, escolas culturais, ciência na escola, e-Nova Educação, então, portanto, é a escola vivendo, também, a sua identidade cultural na inteireza, permitindo que o território adentre a escola e a escola adentre o território.”, disse Pinheiro.
   
Segundo a diretora do colégio, Maria de Fátima Mata, a nova estrutura permitirá que os alunos estudem em um ambiente moderno e confortável. “Ibipitanga está recebendo um colégio muito bonito, estruturado e com um espaço que nunca tivemos, a exemplo de laboratórios e da quadra poliesportiva. Isso é um ganho imenso para toda a comunidade e estamos muito felizes”, comenta a gestora.

Gabriel Rian Franchetti, 17, 2° ano, disse que não vê a hora de estudar no novo colégio. “Gostei muito da novidade porque teremos um espaço totalmente novo para estudar e todos os estudantes estão muito satisfeitos. Além disso, vamos poder praticar vários esportes na quadra, que era algo que não tínhamos na antiga escola”, afirmou o estudante.

Boquira e Macaúbas

Com o objetivo de verificar as instalações das unidades escolares, propor melhorias de infraestrutura e conhecer as ações pedagógicas desenvolvidas, o secretário também visitou, também no sábado, escolas nos municípios de Boquira e Macaúbas, percorrendo as instalações das unidades. Os encontros contaram com a presença de gestores, educadores, estudantes e funcionários, dialogando sobre questões relacionadas ao cotidiano escolar e projetos educacionais.

No município de Boquira (672 km da capital baiana), Pinheiro visitou o Colégio Estadual Luís Eduardo Magalhães, no qual dialogou com toda a comunidade escolar sobre o noco perfil do eixo pedagógico da rede e as ações de melhorias nas escolas que estão sendo implementadas pela Secretaria.

A estudante Kyane Brisa Carvalho, 15, 2° ano, que também atua como líder de classe e representante do Colegiado Escolar, ressaltou a importância do diálogo. “Achei muito interessante poder dialogar sobre nossa realidade saber sobre as melhorias que podem ser feitas e que irão contribuir ainda mais para o nosso aprendizado”, revelou.

A última unidade escolar visitada foi durante a noite, o Centro Territorial de Educação Profissional da Bacia do Paramirim (CETEP), localizado no município de Macaúbas (695 km de Salvador). Também em Macaúbas, o secretário visitou os colégios estaduais Cônego Firmino Soares e José Batista da Mota. Na oportunidade, ouviu as demandas dos educadores e gestores sobre o funcionamento do Centro e também conheceu as instalações onde funcionam os cursos técnicos de Educação Profissional e Tecnológica.

“Discutimos a chegada de um novo perfil de oferta para as escolas. Portanto, o dialogo com os professores, com os coordenadores pedagógicos, de projetos sustentáveis, sobre um novo conceito que temos trabalhado na rede, no sentido de acabar com essa história de que professor só é professor se estiver em sala de aula e, ao mesmo tempo, também, a introdução de uma nova oferta, acabando com esse conceito de que uma escola só pode ofertar Educação Profissional ou o Ensino Regular. Macaúbas deve receber, até dezembro, uma sede do CJCC [Centro Juvenil de Ciência e Cultura], completando a etapa de mudança de oferta, assim como também já a preparação da sede do território para a ampliação da Universidade Aberta do Brasil, com oferta de nível superior aqui na cidade de Macaúbas”, completou Pinheiro que segue de Macaúbas para cumprir agenda de trabalho neste domingo (08), em Itapetinga, e outros municípios.