quinta-feira, 16 de agosto de 2018
Bahia

MULHER TINHA TRAUMA DA PM: Conhece Cipe e acaba o trauma

Uma boa iniciativa da CIPE Chapada
SSP , Salvador | 15/05/2018 às 07:51
Eliete e a filha na Cipe Chapada
Foto:

Depois de atuarem em muitas ações como combate ao tráfico de drogas, prisão de assaltantes, apreensão de armas, os policiais da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe/ Chapada) receberam, neste domingo (13), Dia das Mães, um pedido inusitado. A irmã de uma moradora da cidade de Ruy Barbosa, senhora Eliete pediu para que sua irmã conhecesse a sede da unidade.

Segundo o major Ricardo Passos, comandante da unidade, a irmã de Eliete relatou que ela tinha um trauma e uma imagem negativa dos policiais militares, ao ponto de passar mal e se esconder quando avistava um PM, apesar de não dever nada à Justiça.

“Diante da história, uma guarnição, sob comando do sargento Amarílio Almeida se deslocou para a casa da senhora, onde os policiais iniciaram um diálogo com ela relatando o trabalho de manutenção da paz, e, aos poucos desfazendo essa imagem negativa”, disse Passos.

Além da visita, lembra o oficial, ela visitou a sede da Cipe/Chapada, onde conheceu os policiais que estavam de serviço, as instalações e os equipamentos usados no dia a dia da unidade. “Foi interessante, porque a filha mais nova dela (Eliete) ficou muito feliz em ver sua mãe na viatura, ao lado dos policiais, superando traumas do passado”, afirmou o major.