segunda-feira, 11 de dezembro de 2017
Bahia

Empresário baiano que foi réu na operação broca é executado em posto

Nilo Pedro foi morto com mais de dez tiros segundo portal Mais Teixeira
Da Redação , Salvador | 06/12/2017 às 11:47
Morto a tiros em posto de combustível
Foto:

Segundo o portal Mais Teixeira, por volta das 19hs30 desta terça-feira 05 de dezembro, o ex-gerente da empresa Licafé e atual Blend Coffee, especializada no comércio de importação e exportação de café, da cidade de Itamaraju foi executado com aproximadamente 10 disparos de arma de fogo em um posto de combustivo em Pedro Canário. 

A vitima foi identificado com sendo Nilo Pedro Spagnol.Segundo informações Nilo estaria na cidade de Itamaraju, onde passou o dia visitando alguns amigos e logo após retornava para o Espírito Santos onde estaria morando , quando parou no posto e entrou na loja de conveniência , quando dois homens se aproximaram da vitima e o carona executou com aproximadamente 10 disparos que lhe atingiram a cabeça.
 
Testemunhas contaram que os atiradores fugiram sentido a Bahia, após o crime. A policia Civil já se encontrava no local para fazer o levantamento cadavérico.

Nilo já foi detido pelos crimes de formação de quadrilha e estelionato qualificado em continuidade delitiva e em falsidade ideológica por duas vezes, em concurso material, em razão das alterações contratuais simuladas da Licafé em 2010, juntamente com outros 71 empresários envolvidos, diretores e funcionários de empresas e corretoras de café na época.